especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Polícia - 08/08/2017 - 08h11

PMA autua fazendeiro devido a voçorocas e rompimento de represa ilegal




Fotos: Divulgação PMA










Por Assessoria / Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – Durante fiscalização nas propriedades rurais do município, Policiais Militares Ambientais de Coxim fiscalizaram ontem (7) uma fazenda e constataram a degradação ambiental devido a existência de diversas voçorocas. As erosões eram várias e conectadas. O sedimento dos processos de degradação era carreado para um curso d’água que corta a propriedade.

Os processos erosivos surgiram devido à remoção da vegetação e plantio de pastagem com atividade de pecuária, sem ações de conservação do solo, que são obrigatórias pela legislação nas intervenções feitas para a produção em propriedades rurais.

Em outro local, o fazendeiro havia construído uma represa com barramento de um curso d’água sem licenciamento. Devido a falta de conservação, a represa rompeu-se, causando diversas degradações e erosão de margem, afetando as áreas de matas ciliares do córrego.

O pecuarista, residente em Umuarama (PR), foi autuado administrativamente e multada em R$ 36.961,00. Ele também poderá responder por crime ambiental, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão.

A PMA determinou a interdição da área,  para proteção e recuperação, com proibição de atividades agrícolas e pecuárias. O infrator também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.A

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
04/12/2017 - 07h31
PMA inicia curso de taxidermia e Educação Ambiental para Policiais Ambientais de 13 estados
04/12/2017 - 07h23
Governador recebe ministro da Educação e autoriza recapeamento em Bonito
04/12/2017 - 06h17
Mulher é autuada por armazenar produtos recicláveis ilegalmente
01/12/2017 - 06h21
PMA autua fazendeiro por funcionar oficina mecânica e área de abastecimento poluindo o solo
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 06h39
Com poucas chances de chuva, 6ª-feira será de sol e altas temperaturas
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.