especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Polícia - 07/08/2017 - 07h52

PMA prende caçadores com animal abatido, armas e munições de grosso calibre




Fotos: Divulgação PMA




Por Assessoria / Redação Pantanal News

 Campo Grande (MS) - Policiais Militares Ambientais de Batayporã realizavam patrulhamento terrestre na rodovia MS 145, nas proximidades do Distrito de Ipezal, no município de Angélica, ontem (6) às 14h30 e abordaram um veiculo Chevrolet S10, com placas de Deodápolis, onde foram encontradas armas, munições, três cachorros de caça e 12,5 kg de carne de um animal abatido.

No veículo estavam três indivíduos, de 24, 44 e 54 anos, que retornavam de uma caçada, segundo eles, em uma fazenda no município de Rio Brilhante e que o animal abatido seria um javaporco, animal com caça permitida, porém, sem permissão de transporte da carne, por questões sanitárias.
 
Com os infratores, residentes em Deodápolis, foram apreendidas: uma espingarda calibre 12 e uma espingarda calibre 20, além de 7 munições calibre 12 e três munições calibre 20. As armas e munições não possuíam documentação.
 
Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Angélica, onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e saíram depois de pagar fiança. A pena pelo porte ilegal de arma é de dois a quatro anos de detenção.
 
A carne será periciada. Caso se comprove que seja de animal silvestre, os três presos também responderão por crime ambiental de caça ilegal. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão, aumentada de meio ano, se for animal silvestre constante na lista de espécies em extinção.
 
Os infratores também poderão ser autuados administrativamente e multados em R$ 5.000,00 se for animal silvestre em extinção e R$ 500,00 se não constar da lista de espécie em extinção.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
04/12/2017 - 07h31
PMA inicia curso de taxidermia e Educação Ambiental para Policiais Ambientais de 13 estados
04/12/2017 - 07h23
Governador recebe ministro da Educação e autoriza recapeamento em Bonito
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.