especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 04/08/2017 - 15h48

Com reajuste da Petrobras, gás de cozinha pode chegar a R$ 85 em MS




Por Osvaldo Júnior do Campo Grande News / Redação Pantanal News

 Gás de cozinha fica mais caro a partir de amanhã (Foto: Divulgação)

Gás de cozinha fica mais caro a partir de amanhã (Foto: Divulgação)

A partir deste sábado (dia 5), o consumidor sul-mato-grossense já começa a pagar mais caro pelo GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), o gás de cozinha. Caso o repasse seja no mesmo porcentual da alta anunciada pela Petrobras na tarde desta sexta-feira (4), o preço do produto chegará ao teto de R$ 85 nas revendas de Mato Grosso do Sul. O reajuste, que começa a valer a partir da zero hora de amanhã, é de 6,9%.

“Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, afirmou a Petrobras.

Apesar disso, a companhia estimou que a alta ao consumidor final pode ser, em média, de 2,2%. Caso o incremento seja de 6,9% (o mesmo aplicado às refinarias), o gás de cozinha chegaria ao teto de R$ 85,5 em Mato Grosso do Sul.

Em alguns municípios do Estado, o produto é vendido por R$ 80, conforme o levantamento de preços da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Em Campo Grande, caso haja aumento de 6,9%, o preço do gás poderá alcançar R$ 75.

O presidente do Sindicato dos Revendendores de GLP em Campo Grande, Vilson de Lima, reclama que o governo federal tem aplicado diversos reajustes (para mais ou para menos), o que compromete a gestão do negócio pelos empresários.

“Está muito bagunçado. Primeiro, houve aumento, em maio, de 6,7%. Depois, em julho, queda de 4,6%. Agora, esse novo reajuste, de 6,9%. É difícil trabalhar assim”, disse. Ele lembra que o mercado é livre, mas é muito provável que os revendedores reajustem os preços do gás.

Outra fonte do segmento, que preferiu não se identificar, comentou que os estoques são baixos, suficientes para segurar os valores antigos por, no máximo, três dias. “Então, até segunda-feira, todos já devem ter reajustado os preços”, afirmou.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/11/2017 - 10h54
Projeto ferroviário vai expandir fronteira do agronegócio, diz Reinaldo
28/11/2017 - 10h46
Prefeitura vai ajustar gratificações para assegurar salários dos servidores
27/11/2017 - 15h13
Saques da terceira etapa de pagamentos do PIS/Pasep já estão disponíveis
27/11/2017 - 14h12
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
27/11/2017 - 09h30
Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.