especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 19/07/2017 - 11h25

Hortaliças congelam com a geada e preço dos produtos deve subir




Por Ricardo Campos Jr. do Campo Grande News e Helio de Freitas, de Dourados / Redação Pantanal News

Rúculas congeladas em razão do frio (Foto: arquivo pessoal)Rúculas congeladas em razão do frio (Foto: arquivo pessoal)A geada que atingiu grande parte de Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira (19) fez produtores perderem hortaliças e legumes em várias cidades do estado. Segundo Cristiano Chaves, gerente da divisão de mercado da Ceasa (Central de Abastecimento), os preços desses itens tendem a subir pelo menos de 5% a 10%.

 

Plantação de abobrinha ficou congelada em Jaraguari (Foto: arquivo pessoal)Plantação de abobrinha ficou congelada em Jaraguari (Foto: arquivo pessoal)

“Esse acréscimo pode chegar a bem mais dependendo do estrago no campo. Temos relatos de congelamento da produção nos principais municípios, entre eles Sidrolândia, Jaraguari, Terenos e Eldorado, mas somente na sexta vamos saber com certeza, quando os vendedores renovam seus estoques”, explica.

Segundo ele, os produtos que estão sendo vendidos atualmente na Ceasa chegaram ao local na terça, tendo sido colhidos antes do frio. Os vendedores escoam os estoques durante a semana e por isso ainda não variaram os preços.

Idelvan da Silva Paiva, 36 anos, encontrou as hortas de rúcula, berinjela, abobrinha, pepino japonês e pimentão congeladas ao acordar na manhã desta quarta em Jaraguari. Ele perdeu cerca de um hectare de produtos.

“Estava tudo branco. Em nossa região infelizmente estamos sujeitos a enfrentar esse tipo de fenômeno todos os anos. Agora é passar o trator e plantar tudo de novo, o mais rápido possível”, afirma o produtor rural.

Ele diz que o aumento nos preços principalmente dos legumes e folhosas é praticamente inevitável. “Com certeza vai aumentar porque vai faltar no mercado. Conheço outros produtores que também perderam bastante”.

Idelvan conta que todos os anos durante o inverno acontecem episódios de geada na região. A deste ano foi uma das mais intensas, segundo ele, “embora não tenha chegado a ser uma das piores”.

Depois de semeados, os vegetais demoram cerca de três meses para estarem no ponto de serem colhidos. Para ter produtos à disposição sempre, ele tem várias hortas do mesmo legume, cada uma semeada em uma semana diferente. Porém, agora ele terá que recomeçar o ciclo, já que tudo foi perdido com o gelo.

Alface congelada em razão da geada. Com menos produtos à disposição no mercado, preço dos vegetais deve subir (Foto: Rio Pardo News)Alface congelada em razão da geada. Com menos produtos à disposição no mercado, preço dos vegetais deve subir (Foto: Rio Pardo News)

Alternativa - No distrito de Vila Formosa, em Dourados, o produtor Armando Scheer Lemannski acordou de madrugada, ontem e hoje, para molhar as folhosas e evitar perdas com a geada.

“Deixei o sistema de irrigação preparado e acordei de madrugada nesses dois dias. Até peguei uma gripe”, disse ele ao Campo Grande News.

Em dois hectares e meio na Agrovila Formosa, Armando planta alface, couve, salsinha, cebolinha, berinjela, brócolis, acelga e mamão.

“Se não molhar, a geada poderia comprometer uma produção que vamos vender por três meses”, afirmou.

Mesmo gripado, pensa em acordar de madrugada amanhã também, para molhar a produção e evitar que o gelo queime as plantas. A previsão indica mínima de 5°C nesta quinta-feira em Dourados.

Gelo – Pelo menos 15 cidades de Mato Grosso do Sul tiveram geada nesta quarta-feira (19). A madrugada de hoje foi a segunda mais fria deste ano no Estado, com temperatura negativa e sensação térmica chegando a -16°C, de acordo com o meteorologista Natálio Abrãao da universidade Uniderp.

Bela Vista, a 322 quilômetros de Campo Grande e na fronteira com o Paraguai, registrou -2,2°C durante a madrugada com sensação térmica de -16°. Por lá teve geada forte nesta manhã, que assustou moradores como a dona de casa Elisângela Aparecida Coelho que acordou hoje e viu a grama de casa coberta por gelo

Em Rio Brilhante teve -1,7°C com sensação térmica de -11°C e geada forte. Amambai, também na fronteira com o Paraguai, teve zero grau assim como Jardim. Em ambas houve geada forte na madrugada.

Também teve geada forte em Água Clara, onde a sensação térmica chegou a -5°C, em Juti, em Maracaju e em São Gabriel do Oeste. A geada foi moderada em Dourados, Itaquiraí e Sete Quedas.

Além dessas, segundo o meteorologista geou em Coxim, Miranda e Ponta Porã. Em Campo Grande não houve geada, mas a temperatura continua baixa.

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
30/11/2017 - 06h33
Quinta-feira começa com céu aberto, mas alerta é de tempestade
29/11/2017 - 08h37
Conab fiscaliza estoques públicos em todo o país
20/11/2017 - 15h50
Conab divulga preços de frutas e hortaliças no mês de outubro nos Ceasas
16/11/2017 - 15h13
Novo aplicativo ajuda a agir rápido para assegurar saúde de rebanhos
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
12/12/2017 - 12h51
Emoção, luzes e alegria marcam a noite de abertura da Vila do Natal em Aquidauana
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.