TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 12/07/2017 - 11h54

Em dez dias, MS tem 250 focos de calor e é o 4º no ranking brasileiro




Por Ricardo Campos Jr. do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Queimada na Estrada-Parque, no Pantanal em Corumbá 9Sandra Santos/Embrapa Pantanal)Queimada na Estrada-Parque, no Pantanal em Corumbá 9Sandra Santos/Embrapa Pantanal)Em dez dias, a quantidade de focos de calor monitorados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) cresceu a ponto de fazer Mato Grosso do Sul subir uma posição no ranking nacional e elevar para 29% o percentual de aumento nos pontos críticos entre 1º de janeiro e 10 de julho, em comparação com o mesmo período do ano passado.

São considerados focos de calor os locais onde a temperatura passa dos 47°C, aumentando o risco de incêndios na vegetação.

Até o dia 1º de julho o estado havia registrado 998 pontos críticos, o quinto maior acumulado do Brasil. Desde então já foram 250 focos de calor a mais, o que rende a quarta posição no ranking. Somente ontem, Mato Grosso do Sul teve 17 focos, o oitavo maior valor do país.

Grande parte desses locais concentra-se no Pantanal. Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, por exemplo, teve 14 focos de calor apenas ontem. A Cidade Branca este ano teve 646 pontos críticos, o maior índice do país.

O período em que as queimadas aumentam no estado compreende os meses de agosto e setembro. Órgãos que atuam na linha de frente contra as chamas já começam a se preparar.

Em Corumbá, por exemplo, a brigada do Prevfogo do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) atendeu no domingo passado a sua primeira ocorrência em um assentamento local, onde foram consumidos pelas chamas sete hectares, segundo o gerente estadual do grupo, Bruno Águeda.

Segundo ele, em Mato Grosso do Sul foram formadas quatro equipes. Três delas compostas exclusivamente por 11 indígenas cada e sediadas em aldeias. As duas primeiras ficam em terras Kadiwéu em Porto Murtinho, uma na aldeia São João e outra na Alves de Barros. A outra fica na Limão Verde, em Aquidauana, de etnia terena.

Em Corumbá a equipe conta com 21 pessoas, fora o gerente. Todos os integrantes passam por uma seleção e treinamento, sendo contratados em caráter temporário pelo Ibama, sendo considerados funcionários públicos.

As brigadas contam com abafadores, bombas costais “e ultimamente temos usado soprador de ar. Tivemos um treinamento bem eficiente, principalmente na área do Pantanal, onde temos morrarias e esse equipamento demonstrou ser de grande importância”, completa.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
01/12/2017 - 07h52
Após ser atropelado, tamanduá-bandeira é resgatado de rodovia
24/11/2017 - 07h52
Pecuarista é multado por exploração e uso ilegal de madeira
16/11/2017 - 13h00
PMA, entidades, prefeituras e comunidade realizam limpeza do rio Amambai
13/11/2017 - 11h23
PMA autua fazendeiro por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
 
Últimas notícias do site
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.