especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 04/07/2017 - 10h35

Mato Grosso lidera ranking de queimadas




Divulgação

Por Assessoria / Redação Pantanal News

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registrou mais de 53 mil focos de incêndio neste ano no território brasileiro. E o estado do Mato Grosso lidera o ranking de queimadas, seguido por Pará e Maranhão. O que muita gente esquece é que queimada é crime, previsto no Código Penal com pena de reclusão e multa. Para conscientizar a população sobre o seu papel, os riscos à saúde e à natureza, o Governo do Estado do Mato Grosso escolheu a agência nova/sb para fazer toda a campanha publicitária contra as queimadas.

“Onde tem queimada ilegal, tem crime” teve início em junho com a primeira etapa, com ações de conscientização. A equipe da nova/sb em Cuiabá produziu filmes para TV, cinema e internet; spot e jingle para rádios, carro de som, material para jornais, revistas, outdoor e sites. A campanha contará também com ação via SMS. O objetivo principal é alertar a população sobre o perigo das queimadas urbanas e rurais, divulgar o período proibitivo da campanha e estimular a denúncia de infratores e focos de incêndio pelo número 193.

Além disso, algumas peças trazem dicas de como substituir o fogo na limpeza de quintais e terrenos baldios.

“Os nossos estudos sobre os resultados das campanhas anteriores e pesquisas qualitativas com a população mato-grossense nos fez chegar à conclusão de que precisávamos incluir o cidadão no enfrentamento do problema. Até porque as principais causas dos incêndios são resultado da queima de lixo e restos de poda e capina, queimada para limpeza de terrenos para agricultura ou pastagem e pontas de cigarro jogadas nas estradas ou direto na natureza”, revela Célia Alves, diretora de Criação da nova/sb.

DADOS - Em 2016, o Brasil registrou 65% a mais de queimadas. Só em janeiro de 2017, Mato Grosso já atingiu a marca de 482 focos. Em julho começa a fase educativa da campanha. Tudo isso para preparar a população para o período de agosto a setembro, quando ocorrem as punições.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
03/11/2017 - 13h10
Último fim de semana da temporada de pesca lota cidades de MS
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.