zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 16/05/2017 - 14h17

Sete famílias deixam suas casas com início da cheia no Pantanal de MS




Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Campo de futebol tomado pela água durante cheia na comunidade da Barra do São Lourenço. (Foto: Iasmim Amiden/ Ecoa)Campo de futebol tomado pela água durante cheia na comunidade da Barra do São Lourenço. (Foto: Iasmim Amiden/ Ecoa)A cheia começou no Pantanal de Mato Grosso do Sul em maio deste ano e já é maior que a do ano passado. Especialistas da área têm acompanhando o volume dos rios pantaneiros e apesar de os dados ainda não serem alarmantes, sete famílias moradoras da Barra do São Lourenço,  tiveram que deixar suas casas, devido a elevação do nível do rio Paraguai.

Apesar da cheia, segundo o presidente do Ecoa, André Luiz Siqueira, ainda não há um alerta que deve ser divulgado para fazendeiros ou para a população em geral. "Estamos monitorando a chegada das águas das chuvas vinda de Cáceres e do rio Cuiabá. Os próprios moradores ribeirinhos nos ajudam informando como está o nível do rio", explica.

Na Barra do São Lourenço, comunidade mais antiga da Serra do Amolar, moram 21 famílias, sendo 110 pessoas. "Destas famílias, sete já deixaram as casas por causa da cheia, indo para casas vizinhas que são mais altas, ou para a região do aterro, local preparado para receber os ribeirinhos nessa época", comenta.

Conforme informações dos ribeirinhos que mantêm contato com o Ecoa diariamente, o nível do rio está subindo devagar, mas ainda é esperado a água vinda de Cáceres. "A cheia é relativa, mas o determinante é a água que vem de Cáceres. Sabemos que choveu bastante nessa última semana por lá e a água ainda está chegando no rio Paraguai", define o presidente.

De acordo com relatório da ANA (Agência Nacional das Águas), o nível do rio em Cáceres, baixou 20 centímetros nesta terça-feira (16), o que significa que as águas estão descendo.

Por fim, Siqueira informa que ainda é preciso esperar até o fim da semana, para medição de área e aí sim, saber se a cheia será a maior dos últimos anos. "Estamos vendo nessa semana, se a cheia do rio será expressiva mesmo, mas acredito que não seja maior que a de 2011 e 2014. Hoje, o que está acontecendo é uma cheia regular".

Casa de ribeirinho comprometida pela água. (Foto: Iasmim Amiden/ Ecoa)Casa de ribeirinho comprometida pela água. (Foto: Iasmim Amiden/ Ecoa)

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/09/2017 - 10h00
Leilão da Feapan destaca a beleza e rudez do cavalo pantaneiro
24/09/2017 - 10h15
Com produtores, Ruiter conhece potencial econômico do cavalo pantaneiro
21/09/2017 - 16h11
Frigorífico de jacarés leva qualidade do Pantanal ao mundo, diz Reinaldo
20/09/2017 - 16h40
Blairo Maggi vem a MS para inaugurar frigorífico de jacarés em Corumbá
14/09/2017 - 08h18
Reinaldo lança música feita por Almir Sater para aniversário MS
 
Últimas notícias do site
19/10/2017 - 15h13
Em 2016, caiu o percentual de pessoas que trabalhavam em empreendimentos de grande porte
19/10/2017 - 14h22
Tamanduá-mirim é capturado dentro de residência
19/10/2017 - 13h30
Projeto Florestinha planta mudas nativas para recuperação de área
19/10/2017 - 11h21
PM e população de Aquidauana se aproximam por uma cidade tranquila
19/10/2017 - 10h58
PMA captura anta que transitava por ruas em bairro
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.