especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 02/05/2017 - 11h08

O poeta de Sobral




Fotos: reprodução




Por Armando Anache (*)

 Grande Belchior!! A verdadeira MPB (Música Popular Brasileira) está de luto. Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes está morto. Tive o prazer e o privilégio de entrevistar o cantor e compositor de Sobral, no Ceará, em 1979. Ele estreava o seu show no Teatro Tereza Rachel, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Ao seu lado, no camarim, depois do show - que ele fez questão que eu assistisse do início ao fim - uma loura exuberante. Se não me engano, era a sua mulher. Eu, garoto com 19 anos, não sabia se prestava atenção no Belchior, ou na beleza daquela loura. Coisas da juventude! Ele me recebeu como se eu fosse da rádio Cidade, 102,9MHz, do Grupo Jornal do Brasil, ou da Rede Globo de Televisão. Nada disso. Na minha carteirinha de "Imprensa" constava "Rádio Clube de Corumbá". Perguntei a ele como era a pronúncia correta do seu sobrenome. Ele disse "Belchiôr", com acento circunflexo na última sílaba. Até hoje, muitos colegas falam "Belchiór". Papo maravilhoso. Conversamos muito sobre o seu trabalho realizado até aquele ano de 1979 [ Compacto "Na hora do almoço", de 1971 ; "Sorry, baby", de 1973; "Mote e glosa", de 1974; "Alucinação", 1976; "Coração selvagem", de 1977; e "Todos os sentidos", de 1978]. Um papo tranquilo, que fluía tão bem quanto as letras que escrevia, verdadeiros poemas. Fugi, muitas vezes, da pauta que havia preparado. Em uma época em que não havia Internet, eu me debruçava em cima do "Caderno B", do "Jornal do Brasil", e do "Segundo Caderno", do "Globo". Nessas fontes eu pesquisava tudo sobre o artista que iria entrevistar. As músicas do Belchior marcaram a minha juventude, em 1975, quando produzi o meu primeiro programa de Rádio, o "Sábado Som Pop" [ http://aanache.blogspot.com.br/2005/07/sbado-som-pop-e-revoluo-no-rdio-h-30.html?m=1 ], na Clube de Corumbá. Em 1976 e 1977, passando as férias em Corumbá, levei os LP's do Belchior. Quando ouvi "Apenas um rapaz latino-americano", disse de pronto : "Essa é a grande música, o sucesso que marcará este disco". Daqueles velhos e bons tempos, nos anos 1970, e até hoje, em 2017, sempre programei as músicas do Belchior nas rádios Clube de Corumbá - até junho de 2000 - e Independente de Aquidauana. No entanto, fico impressionado com alguns meios de comunicação de massa, principalmente Rádio e Televisão, que simplesmente se esqueceram do excepcional cantor e compositor de Sobral, no Ceará, onde nasceu em 26 de outubro de 1946. Agora, depois da sua morte, em 30 de abril de 2017, aos 70 anos e morando "de favor" em uma casa de um amigo, no Rio Grande do Sul, todos querem prestar homenagens ao Belchior. Por que não fizeram isso quando ele era vivo? Por que não estenderam suas poderosas mãos a ele, quando ainda respirava? Por que não programavam suas músicas? Quais os motivos que o levaram à "geladeira", não sendo mais convidado para participações em programas de Rádio e televisão? Pobre Brasil, que abandona os seus melhores e mais destacados filhos. Está na Bíblia : "Jesus lhes disse:" Só em sua própria terra, entre seus parentes e em sua própria casa, é que um profeta não tem honra".
(Marcos 6:4). Se o seu sumiço era voluntário, ao lado da sua mulher, será que não seria possível resgatá-lo de volta ao mundo tido como "normal"? Ele não era um verdadeiro diamante da MPB e, por isso, não merecia um tratamento diferenciado, mesmo se fosse contra a sua vontade? São apenas perguntas que faço, talvez agindo mais como um fã dele e da sua obra, do que como repórter. O Brasil precisa, e muito, tratar melhor os seus verdadeiros e valiosos artistas e heróis. Mas, por favor, vamos fazer isso enquanto eles estiverem vivos, podendo sorrir de satisfação com o reconhecimento dos seus trabalhos. Descanse em paz, grande poeta sobralense e cearense. Viva Belchior!

(*) Jornalista e radialista

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/11/2017 - 08h00
Expedição Centenária – F. Coimbra – Corumbá I
09/10/2017 - 13h44
Joaquim Francisco de Assis Brasil
09/10/2017 - 13h43
Assis Brasil, Acre
09/10/2017 - 13h34
O Assassinato de Chico Mendes
09/10/2017 - 13h31
Epopeia Acreana - Parte VII
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.