zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 20/04/2017 - 16h02

Ação humana coloca em xeque a conservação de aves do Pantanal

Estudo mostra quantidade menor de aves em áreas mais degradadas do Pantanal




Rudi Laps


Paulo Robson de Souza

Por Assessoria / Redação Pantanal News

As intervenções humanas no bioma Pantanal podem afetar a conservação de três espécies de aves importantes na dispersão de sementes e na renovação das matas da região: arancuãs, jacutingas e mutuns. Estudo publicado na terceira edição da revista Ciência Pantanal, publicada este mês pela ong WCS Brasil, mostra que em áreas de florestas densas, contínuas e conectadas do bioma, a quantidade de animais dessas espécies por área avaliada era bem maior (429 jacutingas, 150 mutuns e 1.739 arancuãs) na comparação com regiões alteradas por atividades humanas, como desmatamento e pecuária extensiva na planície pantaneira. Nestas últimas áreas, foram encontrados 18 jacutingas e 338 arancuãs. No caso dos mutuns, o número foi semelhante, o que pode ser explicado pelo surgimento de uma “savana artificial” e ao fato dessa espécie explorar tanto o solo de florestas quanto o de cerrados e campos sujos.

O levantamento foi feito na região da Nhecolândia, no município de Corumbá (MS), entre 2012 e 2013. “A redução das populações dessas aves pode desencadear sérias consequências para a interação biológica da paisagem, em longo prazo”, afirmam os autores da pesquisa, Alessandro Pacheco Nunes (UFMS), Rudi Ricardo Laps (UFMS), Walfrido Moraes Tomas (Embrapa Pantanal) e Marcelle Aiza Tomas (UFMS). A terceira edição da revista Ciência Pantanal, editada pela WCS Brasil (Wildlife Conservation Society ou Associação Conservação da Vida Silvestre, em português) está disponível em https://goo.gl/H1LpNk.  

A íntegra do artigo e fotos das aves estão disponíveis para download neste link:

 

https://www.sendspace.com/filegroup/gCDEZLZDT1QJh3IkY8uEIKucHMReduG7

Sobre a WCS Brasil:

A WCS Brasil ou Associação Conservação de Vida Silvestre é uma organização brasileira sem fins lucrativos, fundada em 2004, com foco no Pantanal e Amazônia. Sua estratégia é identificar problemas críticos de conservação e desenvolver soluções científicas adequadas a comunidades, beneficiando paisagens naturais, fauna silvestre e populações humanas.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/06/2017 - 08h03
Queimadas no Pantanal são naturais mas consumiram 63 km² em 2016
05/06/2017 - 08h00
Onça-pintada é tema de exposição interativa no Pantanal
29/05/2017 - 13h12
Cheia no Pantanal deverá atingir cerca de quatro metros e meio na metade do ano
17/05/2017 - 09h41
Cientistas desenvolvem alimentos processados de pescado pantaneiro
16/05/2017 - 14h17
Sete famílias deixam suas casas com início da cheia no Pantanal de MS
 
Últimas notícias do site
22/06/2017 - 15h54
PIS/Pasep está disponível para saque até a próxima semana
22/06/2017 - 15h50
Cães para adoção serão vacinados gratuitamente nesta sexta
22/06/2017 - 15h35
Vazio sanitário, que segue até setembro, beneficia lavouras de soja de MS
22/06/2017 - 14h12
Teste da orelhinha: diagnóstico permite que bebês com deficiência auditiva desenvolvam a comunicação precocemente
22/06/2017 - 14h01
Professores de MS aderem à greve nacional no próximo dia 30
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.