especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 20/03/2017 - 10h09

Em tom tranquilizador, governos de MS e MT ressaltam qualidade da carne




Marcos Ermínio

Reinaldo Azambuja e Pedro Taques, reunidos em agenda pública nesta segunda-feira, em Campo Grande.
Por Renata Volpe Haddad e Leonardo Rocha do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Governadores de dois dos maiores produtores brasileiros de carne bovina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira (20), quando ressaltaram que a carne brasileira produzida nos Estados é de alta qualidade. O tom de ambos foi de tranquilizar o mercado, após a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), não se pode criminalizar a carne brasileira, principalmente a de Mato Grosso do Sul, que tem marca de qualidade.

"Nosso Estado tem qualidade tanto no rebanho quanto na carne que é produzida. Levamos muito tempo para alcançar essa excelência, ocupando o mercado do mundo todo. Quando as apurações da operação se aprofundarem, vão mostrar que o serviço de vigilância funciona bem. Temos uma carne segura e o consumidor pode ficar tranquilo, pois está consumindo algo de muita qualidade", defende.

O governador sul-mato-grossense afirma que a atual situação não pode ser generalizada. "A operação da Polícia Federal investigou 21 plantas frigoríficas, sendo que no país há 4.840, não chegando nem a 0,5% do que foi analisado. Nenhuma fiscalização foi no Estado. Temos que analisar os fatos e punir aqueles que cometem irregularidades, sejam fiscais ou frigoríficos", detalha.

Na mesma linha de discurso, o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), diz que o consumidor deve ficar tranquilo. "A população pode ficar tranquila em relação a vigilância sanitária tanto de Mato Grosso quando de Mato Grosso do Sul, pois com certeza estão consumindo carne de qualidade".

Taques disse ainda que os indiciados na operação da Polícia Federal, se trata de um número bem pequeno e que devem ser responsabilizados. "Os inocentes não podem pagar pelos culpados. Os dois Estados já trabalharam em conjunto e nada de errado foi constatado. Temos compromisso, credibilidade e qualidade do nosso serviço. Essa operação atinge poucos, mas prejudica muitos", finalizou.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/02/2018 - 10h50
Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS
23/01/2018 - 13h23
Brasil entra na corrida para desenvolver mandioca com amido ceroso
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.