especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 20/02/2017 - 09h02

Reforma corta 3 secretarias, demite mil e almeja economia de R$ 34 milhões

O novo desenho da gestão Azambuja segue amanhã para a Assembleia Legislativa




André Bittar

Governador vai apresentar reforma durante coletiva de imprensa nesta manhã.
Por Aline dos Santos e Leonardo Rocha do Campo Grande News / Redação Pantanal News

A reforma administrativa do governo do Estado almeja economia de R$ 34 milhões por ano, reduz o primeiro escalão de 13 para dez secretarias, demite mil comissionados, centraliza órgãos estaduais em 44 municípios, reduz as Agenfas (Agências Fazendárias) de 70 para 39 e busca economizar R$ 100 milhões em contratos.

O novo desenho da gestão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) será apresentado hoje à imprensa e segue amanhã para a Assembleia Legislativa. A administração extinguiu a Casa Civil, comandada até então por Sérgio de Paula, responsável pela articulação política; e a secretaria de Habitação, comandada por Maria do Carmo Avesani Lopez.

A Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) absorveu a Habitação. Enquanto a articulação política fica com secretaria de Governo e Gestão Estratégica.

A Sepaf (Secretaria de Produção e Agricultura Familiar) teve fusão com a Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico). A junção deu origem à Semagro (Secretaria de Produção, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Agricultura Familiar). A Sepaf estava sob o comando de Fernando Lamas.

A Sectei (Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação) trocou de nomenclatura, sendo renomeada como Secretaria de Cultura e Cidadania. No segundo escalão, as fundações de Turismo e Ciência e Tecnologia deixam a Cultura e vão para a Semagro.

Já as subsecretarias da Mulher, Igualdade Racial, Juventude, Indígena e LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) migraram da Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) para a pasta de Cultura e Cidadania.

Ainda de acordo com o governo, a reforma reduz três secretarias e 16 superintendências. A expectativa é racionalizar os espaços físicos, centralizar órgãos estaduais em 44 municípios, redesenho dos processos internos (compras, contratos, almoxarifado, folha de pagamento, previdência) e revisão de contratos, com estimativa de redução de R$ 100 milhões por ano. Outra mudança é que o Orçamento passa da pasta do Governo para a Secretaria de Fazenda.

Os detalhes da reforma serão apresentadas nesta segunda-feira (dia 20), na Governadoria. A imprensa ficou no saguão e foi distribuído material explicativo sobre o tema. Nem o governador e nem secretários falaram com os jornalistas

A reforma administrativa do governo de Mato Grosso do Sul, pensada até dezembro sob a ótica da eficiência, foi aprofundada após o sobressalto econômico com a queda de arrecadação do gás natural, que despencou para R$ 38 milhões no mês passado.

As dez – O primeiro escalão será formado pela SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização), Sefaz (Secretaria de Fazenda), Segov (Secretaria de Governo e Gestão Estratégica), SED (Secretaria de Educação), SES (Secretaria de Saúde), Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), Semagro ( Secretaria de Produção, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Agricultura Familiar), Secretaria de Cultura e Cidadania e Seinfra (Secretaria de Infraestrutura).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 06h50
Receita abre consulta a lotes residuais do Imposto de Renda de 2008 a 2017
04/01/2018 - 08h18
Salário dos 75 mil servidores de MS está disponível para saque
03/01/2018 - 09h26
Salário dos servidores de MS estará na conta amanhã, confirma secretário
02/01/2018 - 08h44
Preços da gasolina e do diesel terão a primeira variação de 2018
29/12/2017 - 15h40
Salário mínimo será de R$ 954 a partir de primeiro de janeiro
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.