especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 03/02/2017 - 08h51

Lagartas helicoverpa são encontradas em lavouras da região nordeste de MS




Fabiano Marques Dourado/ Embrapa

Helicoverpa armigera foi encontrada em lavouras de soja na região nordeste de MS.
Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Lagartas Helicoverpa armigera foram encontradas em lavouras da região nordeste de Mato Grosso do Sul, pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). A região faz divisa com Mato Grosso e Goiás, que também estão em estado de emergência por causa da praga. Os municípios em que a praga foi encontrada não foram divulgados. 

Conforme informações da Sepaf (Secretaria de Produção e Agricultura Familiar), o setor produtivo de MS pediu ao governo estadual para que solicitasse ao Mapa (da Agricultura e Abastecimento) a decretação do estado de emergência.

Com o decreto, o Estado poderá tomar as medidas cabíveis, caso a população de helicoverpa armigera venha a atingir níveis que possam trazer danos econômicos as lavouras de Mato Grosso do Sul.

A partir dessa demanda, o governo solicitou para que a Iagro fizesse um levantamento nas lavouras de soja e algodão em todo Estado, sendo encontrados indivíduos de helicoverpa, em lavouras da região nordeste, que faz divisa com os estados de Mato Grosso e Goiás. A análise serviu como base para o pleito formulado pela Sepaf, feito ao Ministério como medida de precaução.

A Helicoverpa armigera é uma praga que quando alcança níveis populacionais elevados tem alta capacidade de destruição, especialmente nas culturas de soja, milho e algodão.

Estado de emergência - Foi publicado ontem (2) no Diário Oficial da União, estado de emergência fitossanitária em relação ao risco de surto da praga Helicoverpa em Mato Grosso do Sul. O primeiro ataque da praga foi constatado em quatro municípios do Estado em dezembro de 2013.

Especialistas disseram ao Campo Grande News que apesar do decreto, a praga nas lavouras do Estado estão controladas. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
15/01/2018 - 07h41
Confira as manchetes desta segunda-feira dos principais jornais do país
12/01/2018 - 08h35
Projeção de aumento no consumo de soja deixa produtores otimistas
 
Últimas notícias do site
18/01/2018 - 10h35
Carnaval de Corumbá: inscrições para concurso de fantasias seguem até 31 de janeiro
18/01/2018 - 09h13
Após Exército, Marinha também entra na luta contra o Aedes aegypti em Corumbá
18/01/2018 - 08h35
PMA prender caçador com armas e munições
18/01/2018 - 08h05
CCZ faz no domingo ação para adoção de gatos e cães resgatados na Capital
18/01/2018 - 07h52
PMA captura tamanduá-mirim em rua de bairro da Capital
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.