zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Geral - 01/02/2017 - 12h14

Agentes vão reforçar segurança de 18 cidades diante de crise em prisões

São 435 formados e também vão ajudar a desafogar trabalho de policiais em delegacias




João Garrigó/Assessoria Sejusp

À direita, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), com o secretário de Segurança, José Carlos Barbosa.

Leonardo Rocha

Hoje se formaram 435 agentes penitenciários.

João Garrigó/Assessoria Sejusp

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB).
Por Mayara Bueno e Leonardo Rocha do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Aumentando em 31% o número do efetivo, os 435 novos agentes penitenciários formados nesta quarta-feira (1º) serão distribuídos em 18 cidades de Mato Grosso do Sul. O acréscimo vem em um momento de crise em presídios. Com a formatura, serão 1814 agentes cuidando de 15,5 mil presos no Estado.

Do total, 70% da nova equipe vai trabalhar na área de segurança de custódia dos detentos, 20% na parte administrativa e 10% na assistência e perícia da Agepen (Agência de Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul).

Hoje são 1,379 e os 435 representam aumento de 31,5% do efetivo de agentes penitenciários. O diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa, disse esperar que os novos agentes estejam trabalhando “em breve”, após a distribuição deles nas 18 cidades.

“Vai ser um reforço importante e foi feito de acordo com as questões financeiras do governo. Não é o ideal, mas o real que pode fazer no momento”.

O chefe da Polícia Civil, Marcelo Vargas, afirma que a nova turma vai desafogar o trabalho de policiais na custódia de presos. Acontece que muitas celas estão sob a vigilância de policiais civis, quando deveria ser feita por agentes. “Vão ser trocados por quem realmente deve por quem realmente deve exercer a função, que são agentes. Principalmente no interior”.

Caarapó, Ivinhema e Miranda são exemplos de locais onde a custódia de detentos está sob responsabilidade de policiais.

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o aumento de 31% é significativo e é “uma resposta do governo” em relação a uma área que está sob tensão. “Além de aumentar o efetivo, estamos aumentando o número de vagas em presídios em 2,6 mil”. Ele se referiu aos três novos presídios que estão em fase de construção.

Investimento – Reinaldo também falou de R$ 50 milhões que o governo estadual vai dispor do Funpen (Fundo Penitenciário) para construção de outros três presídios em MS, ainda com os futuros locais a serem estudados.

De acordo com o secretário da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), José Carlos Barbosa, hoje existem 16 mil presos em MS, dos quais 15,5 mil estão nos presídios. Isto porque, os locais têm capacidade para 7 mil detentos, ou seja, há mais que o dobro nas cadeias e muito mais presos do que agentes. “Estamos trabalhando para aumentar o efetivo de agentes, mas o ideal seria ter 16 mil agentes para 16 mil presos”.

 

O titular também falou de recursos da União, que, em 2014, ficou somente em torno de R$ 45 milhões, em 2015, R$ 55 milhões, o que seria pouco, e só no fim do ano passado houve aumento para R$ 1,2 bilhão. “Porque houve pressão do Poder Judiciário. O governo federal é insensível com o custeio dos presos. Nossas fronteiras estão desguarnecidas”. Reinaldo também pontuou a falta de apoio financeiro da União em relação aos presos por tráfico de drogas. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 12h19
PM de MS cria programa de meritocracia para destacar trabalho de policiais
16/10/2017 - 10h49
Esta receita de canelone de frango é deliciosa e ótima para almoços de última hora
16/10/2017 - 06h23
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
13/10/2017 - 06h02
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 
Últimas notícias do site
18/10/2017 - 08h13
Calor e vento propagam incêndio que já destruiu 30 mil hectares de parque
18/10/2017 - 06h22
Máxima será de 38ºC e pancadas de chuvas à tarde e à noite, prevê Cemtec
18/10/2017 - 06h17
Deputado Dr. Paulo Siufi homenageia personalidades com Título de Cidadão Sul-mato-grossense
18/10/2017 - 05h50
Caçadores são autuados em R$ 10 mil por abater anta
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.