especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 19/01/2017 - 10h55

Excesso de chuva pode prejudicar o escoamento da soja no Estado




Eliel de Oliveira/ Arquivo

Em Chapadão do Sul, as chuvas constantes que atingem o município nesta semana, ajudam a fechar o grão da soja.
Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Em janeiro de 2016 as chuvas constantes destruíram estradas vicinais e derrubaram pontes, atrapalhando no escoamento da produção de soja. Em 2017, o cenário não é muito diferente. O problema de logística continua e as chuvas também, apesar de ser em menor volume, mas o suficiente para preocupar produtores rurais.

Em Chapadão do Sul, distante 321 km de Campo Grande, a produção de soja nos 95 mil hectares se desenvolve bem e as chuvas que atingem o município estão ajudando na formação de grão, dias antes do início da colheita.

 

Para o presidente do Sindicato Rural, Lauri Dalbosco, em comparação com o ano passado que teve muita lavoura encharcada, em 2017 as chuvas têm ajudado na produção. “Em relação a outros municípios como Sidrolândia e Maracaju, nossa soja foi plantada depois, então as chuvas de agora, estão ajudando a formar o grão e a produção corre bem”, explica.

Logística - Segundo Dalbosco, o que preocupa são as estradas que desde o ano passado, não estão em boas condições. “As estradas estão esburacadas, o acesso é difícil mas mesmo assim, dá para trafegar, porém, se continuar chovendo muito, o problema pode crescer”.

O presidente comenta que mandou um ofício para a prefeitura e para o governo estadual, pedindo para que alguma ação seja tomada em relação as estradas. “A gente precisa de uma ajuda para arrumar essas estradas que com as chuvas dessa semana, estão se deteriorando rapidamente, pelo menos dando condições de escoar nossa safra”.

Esta ano, a previsão é colher 5% a mais de sacas por hectare em comparação com a safra passada. “Em 2016, colhemos 55 sacas por hectare e este ano, como as coisas vão bem, pretendemos colher 5% a mais por hectare”.

 
Chuvas de 2016 atrasaram escoamento da soja em Mato Grosso do Sul. (Foto: Direto das Ruas/ Arquivo)Chuvas de 2016 atrasaram escoamento da soja em Mato Grosso do Sul. (Foto: Direto das Ruas/ Arquivo)

A colheita está prevista para começar na próxima semana, quando parar de chover. “Ano passado tivemos alguns veranicos, quebrou um pouco a safra mas a nossa expectativa é que este ano nada atrapalhe nossa produção. Em Chapadão, temos dois focos de ferrugem asiática, mas são pontuais e deve-se a questão de manejo do produtor, no mais, está correndo tudo bem”.

Em Laguna Carapã, a 287 km da Capital, as chuvas em excesso que atingiram as lavouras no ano passado, este ano deram trégua. Segundo o presidente do Sindicato Rural, João Firmino Neto, a estrada que passa por Laguna Carapã que vai de Caarapó a Amambai, está bastante esburacada.

“Nosso maior problema é esse trecho na região Campanário, o asfalto está bem ruim e prejudicado, mas está dando para trafegar. O trecho não ficou mais comprometido, porque as chuvas na região estão em um volume pequeno”.

No município, são 108 mil hectares de soja plantada e até então, não houve nenhum foco de ferrugem asiática nas lavouras. “Vamos começar a colheita a partir da semana que vem e como as chuvas estão bem distribuídas, esta safra tem tudo para dar certo”.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
15/01/2018 - 07h41
Confira as manchetes desta segunda-feira dos principais jornais do país
12/01/2018 - 08h35
Projeção de aumento no consumo de soja deixa produtores otimistas
 
Últimas notícias do site
18/01/2018 - 10h35
Carnaval de Corumbá: inscrições para concurso de fantasias seguem até 31 de janeiro
18/01/2018 - 09h13
Após Exército, Marinha também entra na luta contra o Aedes aegypti em Corumbá
18/01/2018 - 08h35
PMA prender caçador com armas e munições
18/01/2018 - 08h05
CCZ faz no domingo ação para adoção de gatos e cães resgatados na Capital
18/01/2018 - 07h52
PMA captura tamanduá-mirim em rua de bairro da Capital
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.