zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 15/12/2016 - 16h21

Governador espera que projeto da dívida seja aprovado até semana que vem




Alberto Dias

Governador participou de solenidade no TCE nesta quinta.
Por Ricardo Campos Jr. e Alberto Dias do Campo Grande News / Redação Pantanal News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) espera que o projeto de renegociação das dívidas dos estados seja aprovado e sancionado ainda neste ano. Nessa quarta-feira (14) o texto foi aceito pelo Senado, mas retornou à Câmara dos Deputados para uma nova análise, já que ele foi alterado.

Para o chefe do Executivo de Mato Grosso do Sul, a pressa é motivada pelo sufocamento que as unidades federativas vivenciam atualmente. “Vai permitir o alongamento de algumas dívidas importantes, como a 9496 [com a União] e com o BNDES”, disse nessa quinta-feira (15) durante solenidade no TCE (Tribunal de Contas Estadual).

Azambuja acredita que a matéria não sofrerá novas alterações e será aprovada integralmente, seguindo para o crivo do presidente Michel Temer (PMDB) para ser posto em prática.

“Esperávamos que pudesse ter sido aprovado e já sancionado, mas se não deu, vamos aguardar a votação no início da próxima legislatura, mas me disseram que talvez votem na semana que vem e se for aprovado e sancionado, vai ser muito bom”, disse o governador.

Benefícios – A proposta que os senadores votaram ontem prevê a suspensão das dívidas com a União por três anos aos estados que entrarem em regime de recuperação fiscal, ou seja, que decretarem estado de calamidade financeira.

Esses governos por outro lado, deverão cumprir uma série de contrapartidas, como por exemplo se absterem de contratar despesas de publicidade (exceto para saúde e segurança), não firmarem convênios ou acordos que impliquem na transferência de recursos para outros entes da federação ou organizações da sociedade civil (exceto se necessário para recuperação fiscal) e não adotar medidas que impliquem no aumento da folha e despesas obrigatórias.

Conforme o Portal G1, a União também indicará "ativos" dos estados, como empresas estatais, a serem privatizados. Os estados deverão ainda reconhecer dívidas com fornecedores e renegociá-las, com a possibilidade de obtenção de descontos.

O projeto também prevê, em caso de descumprimento, a suspensão ou acesso a novos financiamentos.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
13/10/2017 - 09h41
Reajustes da Petrobras deixaram gás de cozinha 50% mais caro este ano
10/10/2017 - 10h15
Petrobras eleva preço do botijão de gás em 12,9% a partir desta quarta
02/10/2017 - 14h30
Governo estadual paga salário com reajuste a servidores nesta terça-feira
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.