zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 24/11/2016 - 11h30

Pontes de concreto ficarão prontas em até seis meses, afirma secretário

Pacote de 62 obras custará R$ 65 milhões




Por Mayara Bueno e Leonardo Rocha do Campo Grande News / Redação Pantanal News

À esquerda, o secretário Marcelo Miglioli e o governador Reinaldo Azambuja, ao centro. (Foto: Marina Pacheco)À esquerda, o secretário Marcelo Miglioli e o governador Reinaldo Azambuja, ao centro. (Foto: Marina Pacheco)

As 42 pontes de concreto para 20 cidades do interior de Mato Grosso do Sul, cujo início da obra foi autorizado nesta quinta-feira (24), ficarão prontas entre quatro e seis meses, garantiu o secretário da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura), Marcelo Miglioli.

 

Algumas obras já foram iniciadas e as demais em até 10 dias. Os municípios foram afetados pelas chuvas do fim de 2015 e início de 2016, que causaram diversos prejuízos, como crateras e quedas de pontes de madeira.

Segundo o secretário, cada ponte foi analisada de forma individual e terá um prazo específico. Serão 15 empresas executoras das 42 obras. “O que foi pedido a elas é que cumpram os prazos estabelecidos nos contratos, além de fazer uma obra de qualidade”.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou que as cidades passaram por um momento difícil, em relação aos estragos da chuva, e que as obras chegam para “consolidar as infraestruturas”, principalmente em eixos importantes de ligação entre os municípios e as áreas produtivas.

Das quatro pontes que já foram entregues, três foram colocadas sobre o Rio Santo Antônio, outra em Caracol e uma em Naviraí. Além das 42 assinadas agora, outras 20 construções serão feitas, conforme o governador, ainda este ano. O que falta é finalização dos estudos das licitações. Com as 20, o governo pagará R$ 65 milhões.

Em 39 anos, o Governo de MS fez 248 pontes de concreto e, em dois anos e meio, serão entregues 66. O aumento representa um acréscimo de 30% no número, segundo Reinaldo Azambuja. “Isso vai possibilitar a dinâmica nos locais, principalmente no acesso nas cidades”. A maioria dos locais é em estrada vicinal.

Uma das pontes próxima de Maracaju. (Foto: Divulgação Governo de MS)Uma das pontes próxima de Maracaju. (Foto: Divulgação Governo de MS)

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/10/2017 - 10h55
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
16/10/2017 - 10h16
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
13/10/2017 - 06h12
Aeroporto Internacional opera normalmente nesta sexta-feira
11/10/2017 - 08h22
MS nasceu com orçamento de 4 bilhões e 3 governadores em um ano
11/10/2017 - 06h13
Confira o que abre e fecha no feriadão da 'semana do saco cheio'
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.