especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 11/11/2016 - 10h30

Produção de grãos deve crescer de 20,6% a 22,6% na safra 16/17 em MS

Dados são do segundo levantamento da safra divulgado nesta quinta-feira. Milho deve retomar da soja o 'título' de maior produção do estado.




Por G1 MS / Redação Pantanal News

Variações climáticas afetaram a safrinha de milho de MS e produção deve ser menor que a prevista (Foto: Divulgação/Aprosoja/MS)Milho deve voltar a ser cultura agrícola com maior volume produzido no estado (Foto: Divulgação/Aprosoja/MS)

A produção de grãos de Mato Grosso do Sul deve crescer de 20,6% a 22,6% na safra 2016/2017 em relação ao ciclo anterior, passando de 13,767 milhões de toneladas para um patamar entre 16,603 milhões de toneladas e 16,870 milhões de toneladas.

Os dados são do segundo levantamento da safra divulgado nesta quinta-feira (10), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e praticamente reiteram as informações da projeção anterior, divulgada em outubro pela empresa pública.

O levantamento reitera que as duas principais culturas agrícolas de Mato Grosso do Sul, a soja e o milho, devem ter aumento de produção. A previsão aponta até que o cereal deve retomar da oleaginosa o “título” de maior produção do estado, que perdeu no ciclo passado em decorrência da quebra da safra.

Em relação a soja, a Conab reafirma que nesta nova temporada deve ocorrer um aumento da área cultivada de 1% a 4%, passando de 2,430 milhões de hectares para um número entre 2,454 milhões de hectares e 2,527 milhões de hectares, e ainda um incremento de produtividade de 3,4%, com a quantidade colhida subindo de 2.980 quilos por hectare para 3.080 quilos por hectare.

Com mais área e um rendimento melhor, a produção deve passar de 7,241 milhões de toneladas para um patamar entre 7,559 milhões de toneladas e 7,783 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, a companhia prevê para a primeira safra (verão), aumento de 40% a 60% na área, que deve passar de 16 mil hectares para um tamanho entre 22,4 mil e 25,6 mil hectares e uma queda da produtividade de 3,5%, de 9.000 quilos por hectare para 8.686 quilos por hectare, o que deve resultar em uma safra entre 194,6 mil toneladas e 222,4 mil toneladas, índices de 35,1% a 54,4%, respectivamente, de acréscimo frente aos 144 mil toneladas da temporada anterior.

Já para a segunda safra (inverno ou safrinha), a Conab indica que deve ser cultivada a mesma área do ciclo passado, 1,665 mil hectares, mas a produtividade deve crescer 39,7%, de 3.679 quilos por hectare para 5.138 quilos por hectare, o que deve fazer com que a produção salte de 6,125 milhões de toneladas para 8,554 milhões de toneladas, um aumento de 39,7%.

Somando as duas safras de milho, o estado deve colher, entre 8,749 milhões de toneladas e 8,777 milhões de toneladas, um volume que deve ser entre 39,6% e 40% maior que o do ano agrícola anterior.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/02/2018 - 10h50
Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS
23/01/2018 - 13h23
Brasil entra na corrida para desenvolver mandioca com amido ceroso
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
 
Últimas notícias do site
20/02/2018 - 15h56
Cerca de 30 famílias estão desabrigadas em Aquidauana e rio pode alagar cidade, diz Defesa Civil
20/02/2018 - 10h50
Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS
20/02/2018 - 09h36
Capital acumula 188 milímetros de chuva, quase o esperado no mês
20/02/2018 - 08h30
Cidades de MS amanhecem com ‘cara de inverno’ após madrugada chuvosa
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.