zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 25/10/2016 - 15h09

MS descarta comprar vacina francesa e aguarda solução 'mais viável'




Fernando Antunes

Nelson Tavares acredita em uma vacina com custo mais viável.
Por Christiane Reis e Yarima Mecchi do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Vacinas contra a dengue produzidas por um laboratório francês, e que na rede particular cada uma das três doses necessárias para maior eficácia chegam a custar R$ 350, não serão distribuídas na rede pública de Mato Grosso do Sul. A afirmação é do secretário de Estado deSaúde, Nelson Tavares, ressaltando que a principal possibilidade é obter medicamento de custo mais acessível, em fase de testes pelo Instituto Butantan.

Durante solenidade de lançamento da Campanha Estadual de Continuidade no Combate ao Mosquito Aedes aegypti, nesta terça-feira (25), na Governadoria, o secretário ressaltou que o custo da vacina inviabiliza a aquisição. “Essa vacina neste preço é pouco provável, sem cogitação de o Estado comprar e o Ministério da Saúde também não deve adquirir. Estamos trabalhando junto com o Butantan para termos uma vacina mais viável, fabricar com baixo custo, uma fabricação pública”, declarou.

Nas clínicas particulares, conforme reportagem recente do Campo Grande News, o custo de cada dose do imunizante, fabricada pelo laboratório Sanofi Pasteur, da França, é de R$ 350 e o tratamento completo R$ 1 mil por pessoa, pois o necessário são três doses.

Vacina – Em relação aos estudos do Butantan, Campo Grande participa da fase final de testes da vacina contra a dengue, ainda sem data para serem concluídos. No dia 1º de setembro deste ano, evento na Unidade de Saúde do Bairro Coophavilla II reuniu autoridades e pessoas que passarão pelas pesquisas na Capital.

No total, serão 1,2 mil pessoas que serão monitoradas por equipe coordenada pelo professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) Erivaldo Elias Júnior. As pessoas serão monitoradas durante cinco anos, por telefone ou visitas nas casas.

A vacina, desenvolvida pelo Instituto Butantan, é feita do vírus vivo, mas enfraquecido. A intenção é que a substância proteja contra os quatro tipos do vírus da dengue. O objetivo dos testes é comprovar a eficácia da vacina. Para isso, dois terços dos participantes receberão a vacina, e o restante terá acesso a uma substância com as mesmas características da vacina, mas sem efeito – o chamado efeito placebo.

A vacina é desenvolvida desde 2008, fruto de parceria entre o Instituto Butantan e o National Institutes of Health (NIH), dos Estados Unidos, que já estudava o insumo. Testes anteriores foram realizados em 900 pessoas: 600 na primeira fase de testes clínicos, realizada nos Estados Unidos pelo NIH, e 300 na segunda etapa, realizada na cidade de São Paulo em parceria com a Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) e com o Instituto Adolfo Lutz.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
16/10/2017 - 16h36
MS terá sistema de aviso de alagamentos por celular a partir de 2018
16/10/2017 - 13h02
Após denúncia, Polícia Militar captura foragido da justiça
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
16/10/2017 - 10h57
Semana começa com mais de 400 vagas em concursos e salários de até R$ 14 mil
16/10/2017 - 10h55
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.