zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Forças Armadas - 20/10/2016 - 14h10

Militares da Marinha fazem força-tarefa para combater Aedes aegypti




Divulgação

Equipe devem vistoriar terrenos e orientar moradores.
Por Anny Malagolini do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Para combater o surgimento de novos casos de Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, na época mais preocupante, que é o fim do ano- quando quase todos os dias combinam chuva e calor intenso -, a prefeitura de Ladário e Militares da Marinha deram início nesta semana a operação de prevenção ao mosquito Aedes Aegypti.

A cidade, de 21,1 mil habitantes, registrou neste ano 160 casos de Dengue. A incidência da doença é considera alta, apesar do número em comparação a Campo Grande, por exemplo, que teve mais de 27,7 mil notificações neste ano.

Ao todo, são 32 homens que atuam no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da três doenças. São cinco agentes de endemias, sete agentes comunitários de saúde e 20 militares da Marinha do Brasil, destacados pelo Comando do 6º Distrito Naval.

O secretário de Saúde do município, Cleber Colleone, explicou as equipes irão bater de porta em porta, para orientar os moradores sobre os riscos que o mosquito. “Já estamos entrando em um período que requer muita atenção, mesmo tendo os números controlados em relação ao Aedes Aegypti”, disse.

Ele ressaltou que para espantar o mosquito, é preciso manter os quintais limpos, sem objetos que possam acumular água – ambiente propício para a reprodução do mosquito. ,“A nossa equipe passará recolhendo os materiais, porém, cada morador é responsável por manter limpa sua casa e quintal. A prevenção ainda é o melhor remédio”, recomendou.

Capital – Campo Grande tem apresentado o maior número de notificações de dengue de Mato Grosso do Sul, são mais de 27 mil casos desde janeiro. O número é três vezes maior do que foi registrado no ano anterior, com 9.448 suspeitas.

Por dia, foram registrados em torno de 97 suspeitas de dengue em Campo Grande, totalizando 27.936 mil notificações de janeiro a outubro.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/11/2017 - 16h40
6º Distrito Naval terá cerimônia alusiva ao Dia da Bandeira
14/11/2017 - 15h29
Marinha abre seleção para contratação voluntários de nível superior
07/11/2017 - 08h00
Marinha comemora 80 anos do Navio Monitor Parnaíba
30/10/2017 - 10h35
PMA e Marinha autuam pescadores e apreendem 13 embarcações
25/10/2017 - 10h51
Exército treina 3,4 mil militares no sul de MS para uso do Sisfron
 
Últimas notícias do site
17/11/2017 - 16h03
Viralizou: cachorrinho 'penetra' na balada é a imagem mais fofa que você vai ver hoje
17/11/2017 - 10h18
Fim de semana tem sertanejo, funk, comédia e teatro
17/11/2017 - 07h53
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
17/11/2017 - 07h44
Proprietários rurais são autuados por manterem carvoarias ilegais
17/11/2017 - 06h14
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.