TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 19/09/2016 - 08h45

Greve continua e 138 agências estão com atividades paralisadas em MS




Marcos Ermínio

Greve continua nesta segunda-feira (19) nas agências bancárias de Campo Grande e região.
Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

A greve dos bancários continua nesta segunda-feira (19) em Campo Grande e região e não tem dada prevista para acabar. São 138 agências bancárias com atividades paralisadas sendo que só na Capital, 115 bancos estão em greve, dos 120 que existem.

De acordo com o Sindicato dos Bancários, uma liminar da Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul que prevê o funcionamento de 30% das agências bancárias, não altera a greve, já que o sindicato está cumprindo o percentual das atividades determinado pela lei.

Ainda não há nova data marcada para reunião da categoria com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) para apresentar novas propostas. A última reunião aconteceu na quinta-feira (15) e a proposta de reajuste era de 7% e abono de R$ 3,3 mil, valores considerados insatisfatórios pela categoria.

Os bancários pedem um reajuste de 14,78%, índice calculado para repor a inflação de 9,78% e também dar ganho real de salário de 5%. Além disso, é pedido atendimento a propostas referentes às condições de trabalho, ignorados pelos patrões.

A paralisação dos bancários começou no dia 6 de setembro. Entre as reivindicações estão: reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras pedidos, como melhores condições de trabalho.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
01/12/2017 - 12h48
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos em Corumbá
30/11/2017 - 08h12
Reinaldo recebe ministro das Cidades para entrega de 327 casas no interior
29/11/2017 - 07h05
Com chilenos, Prefeitura defende Rota Bioceânica passando por Corumbá
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.