zap
GOV EMPREGO 22-06
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 15/09/2016 - 06h15

Nos pés de amora da Afonso Pena, o povo volta à infância e sai com pote cheio




Por Naiane Mesquita do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Todo mundo volta a infância quando encontra o pé carregado  (Foto: Fernando Antunes)Todo mundo volta a infância quando encontra o pé carregado (Foto: Fernando Antunes)

Algumas ficam muito no alto, é preciso ficar na ponta dos pés ou pedir para o amigo maior alcançar. Quando nada disso dá certo, o jeito é invejar os quatis, que conseguem subir com facilidade os quatro pés de amora da avenida Afonso Pena. Sim, no cartão postal da cidade, onde milhares de pessoas passam todos os dias, na rotatória de entrada do Parque dos Poderes em frente ao Cigcoe há frutinhas suficientes para abastecer um batalhão.

 
A colheita de Suzy foi ótima no período da manhã (Foto: Suzy Gonçalves)A colheita de Suzy foi ótima no período da manhã (Foto: Suzy Gonçalves)
 
Junior Cesar é estudante de gastronomia e vai usar as frutas em sobremesas (Foto: Fernando Antunes)Junior Cesar é estudante de gastronomia e vai usar as frutas em sobremesas (Foto: Fernando Antunes)
 

De manhãzinha, no intervalo do almoço e ao por do sol são os horários favoritos de quem conhece o caminho das amoras. “Eu vinha aqui com meu pai quando era criança, devia ter 10, 9 anos. A gente acordava cedo, às 6 horas da manhã para vir catar amora. É uma lembrança boa”, diz o estudante Leonardo Godoy, 20 anos.

Ele e os amigos, todos cursando Gastronomia, decidiram ir até a rotatória para catar as frutinhas e usar em doces mais tarde. “Eles passaram aqui de ônibus e viram que tinha o pé e o pessoal catando. Estava bem carregado, mas além das pessoas tem os quatis para dividir as amoras. Vamos dividir o que conseguimos e usar para fazer doces”, explica Junior Cesar Jung, 23 anos.

A alegria era tão grande de ver um pé tão cheio de amora em plena Afonso Pena que ele ligou para o marido trazer os dois filhos do casal, de 8 e 9 anos de idade. “Eles vão achar diferente, não tem esse costume. Eu acho que isso é incrível. Deveria ter mais árvores frutíferas na cidade, não só para a gente, mas para os animais, as aves, os quatis. É mais útil que algo só para a sombra”, acredita Junior.

 
Leonardo Godoy conhece o pé desde criança  (Foto: Fernando Antunes)Leonardo Godoy conhece o pé desde criança (Foto: Fernando Antunes)
 
Dá até para tentar fazer amizade com os quatis  (Foto: Fernando Antunes)Dá até para tentar fazer amizade com os quatis (Foto: Fernando Antunes)
 

Uma das primeiras a experimentar a amora da rotatória, a gestora regional Suzy Gonçalves, de 28 anos, fez fotos de potes cheios. “Essa é segunda vez que eu paro. No período da manhã é quando tem mais fluxo e também às 15 horas. Agora não deve ter mais tanta amora, mas o pé estava carregado. Os quatis adoraram também. Com a primavera próxima, tudo isso fica ainda mais bonito”, diz.

Leonardo conta que o caminho das amoras é maior ainda no Parque dos Poderes. “Começa desde a Mato Grosso, ali perto do Novotel. Eu ia naquela região também. Não sei como está agora”, indica.

Agora é só escolher um e a diversão está garantida!

 
As amores mais roxas são as mais doces  (Foto: Fernando Antunes)As amores mais roxas são as mais doces (Foto: Fernando Antunes)

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/06/2017 - 15h50
Cães para adoção serão vacinados gratuitamente nesta sexta
21/06/2017 - 13h32
Coordenador ambiental alerta sobre incêndios florestais no inverno em MS
21/06/2017 - 11h16
Monumento natural que funciona como balneário ganha plano de manejo em Bonito, MS
09/06/2017 - 08h40
Moradores transformam terreno baldio em horta comunitária em MS
08/06/2017 - 15h42
Dourado está para os rios como onça para o Pantanal, compara pesquisador
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.