GOVERNO PRESENTE
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meteorologia - 06/06/2016 - 08h44

Chuva na cabeceira faz nível do rio Miranda subir e desabriga uma família




Ronaldo Martins

Uma família ribeirinha com oito pessoas foi desalojada neste domingo (5).
Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

O nível do rio Miranda está subindo desde o dia 1 de junho e atinge nesta segunda-feira (6) a marca de 6,80 metros, nível de alerta. Uma família com oito pessoas ficou desabrigada no domingo (5) e precisou ser retirada da residência ribeirinha.

Segundo informações do coordenador da Defesa Civil de Miranda, Roberto Lopes Ferreira, o nível do rio está subindo de 4 a 5 centímetros por dia. "A água das chuvas na cabeceira, que é em Jardim e Bonito, chegou em Miranda na semana passada e desde então, o rio continua subindo", informa.

 

Se não parar de chover, mais três famílias podem ser desabrigadas. "Aqui a chuva deu uma trégua e precisa parar de chover na cabeceira, se isso acontecer, até semana que vem a família que está alojada no estádio municipal retorna para casa, se não, a defesa civil vai tirar mais gente", alega.

Conforme a sala de situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS) no último boletim divulgado no dia 3 de junho, o nível marcava 5,74 metros, o que significa que em três dias, subiu um metro, entrando em alerta.

A maior cheia do rio Miranda foi registrada em maio de 1992, quando chegou ao nível de 7,90 metros.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
19/07/2017 - 07h28
Sensação térmica chega a -16°C e geada atinge 15 cidades de MS
18/07/2017 - 15h39
Temperatura fica fria até quinta-feira em MS, segundo a previsão
18/07/2017 - 07h53
Para não morrer de frio, moradores de rua improvisam locais para dormir
18/07/2017 - 07h28
Geada foi registrada em 13 cidades do Estado no dia mais frio do ano
18/07/2017 - 06h23
MS registra frio abaixo de 0ºC nesta terça e sensação térmica chega a -5°C
 
Últimas notícias do site
21/07/2017 - 09h32
Com plantações afetadas pela geada, abobrinha fica 16% mais cara
20/07/2017 - 15h38
Um corredor ecológico que guarda sinais pré-históricos de 8 mil anos
20/07/2017 - 14h37
Leilões comercializam apoio a produtores de milho de quatro estados
20/07/2017 - 11h28
Novas regras para combate da ferrugem asiática da soja entram em vigor hoje
20/07/2017 - 08h00
PMA autua homem por transporte de pescado ilegal
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.