especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 06/06/2016 - 09h04

Cresce em 10,08% a receita de Mato Grosso do Sul com as exportações

Estado vendeu para o exterior, US$ 2,018 bi em produtos em cinco meses. Principais produtos exportados foram: soja, celulose, milho, carne e açúcar.




Por Anderson Viegas do G1 MS / Redação Pantanal News

Colheita da soja em Mato Grosso do Sul (Foto: Anderson Viegas/G1 MS)Soja foi o principal produto exportado por MS nestes cinco meses e China foi a grande compradora da oleaginosa (Foto: Anderson Viegas/G1 MS)

Cresceu em 10,08% a receita de Mato Grosso do Sul com as exportações no acumulado entre janeiro e maio deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. O faturamento, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), subiu de US$ 1,833 bilhão para US$ 2,018 bilhões.

Conforme o ministério, cinco produtos do agronegócio ou que utilizam matérias-primas da agropecuária, lideram o ranking de exportações do estado. Em primeiro aparece a soja. Das 7,597 milhões de toneladas produzidas em Mato Grosso do Sul na safra 2015/2016, conforme o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), 2,014 milhões de toneladas, o equivalente a 26,51%, foram embarcadas para outros países, o que gerou uma receita de US$ 730,401 milhões.

O principal comprador da soja “made in MS” foi a China. O país comprou 1,775 milhão de toneladas, o equivalente a 88,13% de toda a exportação da oleaginosa pelo estado, o que resultou em um faturamento de US$ 621,010 milhões. Esse valor representa 85,02% de toda a receita sul-mato-grossense com a venda do grão e 30,76% do total obtido por Mato Grosso do Sul com as exportações nestes cinco meses.

Outros três países asiáticos estão entre os cinco maiores compradores da soja do estado. Em segundo lugar na lista aparece a Tailândia, com 72,672 mil toneladas e receita de US$ 25,051 milhões e na sequência vêm: Taiwan (Formosa), com embarque de 58,526 mil toneladas e faturamento de US$ 19,833 e a Coreia do Sul, com vendas de 39,480 mil toneladas e resultado financeiro dessas operações de US$ 14,280 milhões. Completa o “top cinco”, a Holanda, que comprou 36,993 mil toneladas, com investimento de US$ 12,993 milhões.

Outros produtos
Depois da soja os principais produtos exportados pelo estado foram a celulose, o milho em grãos, a carne desossada e congelada de bovinos e o açúcar.

A receita com as vendas internacionais de celulose cresceu no acumulado de 2016 ante 2015, 4,09%, de US$ 407,262 milhões para US$ 423,926 milhões, com o embarque este ano de 1,021 milhão de toneladas para o exterior.

Já o faturamento com exportações de milho disparou, atingindo nesta temporada um incremento de 186,54%, saltando de US$ 70,092 milhões para US$ 200,841 milhões, com a venda de 1,219 milhão de toneladas.

Em contrapartida, a comercialização de carne desossada e congelada de bovinos registrou uma queda tanto em volume quanto em embarque neste ano em comparação com o anterior. A quantidade caiu 8,34%, recuando de 35,957 mil toneladas para 32,961 mil toneladas e o resultado financeiro diminuiu 19,31%, de US$ 145,556 para US$ 117,453.

O quinto produto, dos principais exportados pelo estado, o açúcar, também contabilizou uma queda nas exportações nesta parcial de 2016 em relação a de 2015. A retração em receita foi de 36,36%, de US$ 148,556 milhões para US$ 94,611 milhões e em volume de 26,65%, de 434,723 mil toneladas para 318,883 mil toneladas.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
30/11/2017 - 06h33
Quinta-feira começa com céu aberto, mas alerta é de tempestade
29/11/2017 - 08h37
Conab fiscaliza estoques públicos em todo o país
20/11/2017 - 15h50
Conab divulga preços de frutas e hortaliças no mês de outubro nos Ceasas
16/11/2017 - 15h13
Novo aplicativo ajuda a agir rápido para assegurar saúde de rebanhos
16/11/2017 - 09h13
Horta em escola enriquece merenda e estimula aprendizado dos alunos
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.