especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 15/04/2016 - 17h00

Notificações diárias de dengue caem 71%, mas casos já somam 24,5 mil




Por Natalia Yahn do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Campo Grande registrou queda de 71% no número de notificações de dengue em dois dias, foram 233 – 116,5 casos a cada 24 horas – entre 12 e 14 de abril, conforme boletim epidemiológico da Sesau (Secretaria de Saúde Pública) divulgado nesta sexta-feira (15).

Os dados atualizados ontem (14), apontam um total de 24.807 notificações da doença desde o início do ano, enquanto no boletim divulgado na terça-feira (12), eram 24.574.

Porém até agora são 1.154 confirmações de dengue por exame laboratorial – 326 em janeiro, 248 em fevereiro e 580 em março. A Sesau não havia confirmado casos em março até o boletim divulgado no dia 8 de abril. Os casos grave de dengue permanecem em cinco, além de três mortes confirmadas.

As notificações de zika vírus já somam 3.891 casos, com 323 deles registrados este mês. Além de 104 confirmações da doença. A Sesau monitora 402 gestantes, 353 delas em 2016, com um total de 102 que tiveram o exame positivo para zika – 93 somente este ano.

Outras 210 notificações de febre chikungunya foram registradas, sete em abril. Ao todo apenas cinco casos foram confirmados com exames laboratoriais.

Na segunda-feira (11), o boletim epidemiológico da Sesau – atualizado até o dia 8 – aponta nova expansão no número de casos notificados de dengue em Campo Grande. Em apenas dois dias, entre 6 e 8 de abril, foram 810 notificações, uma média de 405 casos por dia.

Mato Grosso do Sul – O número de notificações de dengue em Mato Grosso do Sul caiu 52,5% em uma semana, de acordo com dados do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado deSaúde) na quarta-feira (13). Com um total de 49.611 notificações desde o início do ano, o Estado registrou 985 casos entre os dias 8 e 12 de abril, enquanto nas duas anteriores foram 2.078 (até o dia 7) 2.218 (até o dia 31 de março).

Mato Grosso do Sul vive a terceira maior epidemia de dengue em sete anos, a quantidade de notificações registradas nos 104 dias de 2016 só é menor do que os números de 2013, com 102.026 e 2010, com 82.597. Os registros deste ano – entre janeiro e ontem (13) – já superaram os do ano passado, com 46.070 notificações.

O total de óbitos este ano já chegou à 14 - três em Campo Grande, um em Coxim, três em Dourados e sete em Ponta Porã. Um óbito na Capital ainda é investigado.

Zika e chikungunya – Nos últimos seis dias, 38 casos de zika foram notificados em Mato Grosso do Sul, totalizando 1.334 casos da doença em que houve coleta de amostra para exame laboratorial. Os casos confirmados seguem sendo 152, e outros 315 foram descartados. Campo Grande concentra a maioria das confirmações, com 117 casos, diferente do que foi informado pela Sesau. Paranaíba é a segunda, com 10.

Já a febre chikungunya, no mesmo período, não teve nenhuma nova notificação, seguindo em 195 casos com nove confirmações - seis delas em Corumbá, sendo dois importados da Bolívia e quatro autóctones, ou seja, contraídos na própria cidade. Dois casos em Campo Grande e um em Dourados aguardam o resultado de exames para confirmar a doença.

Dos 79 municípios do Estado, 69 apresentam alta incidência para a dengue. Apenas o município de Inocência, a 340 quilômetros de Campo Grande, ainda tem baixa incidência em relação a doença, com um total de sete notificações.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/11/2017 - 12h50
Laudo descarta que macaco achado morto na Capital teve febre amarela
13/11/2017 - 11h30
Lei: deputado Dr. Paulo Siufi cria “Agosto Verde” para prevenir depressão e outros males
08/11/2017 - 16h10
Sesau investiga morte de macaco, animal hospedeiro da febre amarela
31/10/2017 - 14h46
Cirurgia de Ruiter teve início na tarde desta terça-feira
31/10/2017 - 09h07
Com quadro clínico estável, prefeito de Corumbá já está sendo operado
 
Últimas notícias do site
18/12/2017 - 08h37
MS tem 7 concursos com inscrições abertas e salários de até R$ 19 mil
18/12/2017 - 06h44
Tempo instável e risco de temporais em todo o MS nesta segunda-feira
17/12/2017 - 12h10
IPVA 2018: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
16/12/2017 - 10h35
Com 13º em mãos, famílias vão às compras e movimentam comércio
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.