TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 22/03/2016 - 07h14

Ponte ferroviária em Corumbá, MS, é tombada como patrimônio histórico

Também são tombados as edificações do Forte Coimbra e do Porto Geral. Qualquer modificação na estrutura deve ser autorizada pelo Iphan.




Por G1 MS com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

A ponte Eurico Gaspar Dutra, sobre o rio Paraguai, em Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande, agora é mais um patrimônio histórico do município. A ponte ferroviária, que fica no Porto Esperança, foi tombada em três livros do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan): histórico, de belas artes e arqueológico.

A estrutura tombada foi construída em 1947 para ligar a ferrovia Noroeste do Brasil, que começa em Bauru (SP), até Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. A ponte funciona normalmente.

A ponte Eurico Gaspar Dutra tem 2 mil metros de comprimento, 112 de altura, dez metros de largura e sustentada por 46 pilares. Segundo o Iphan, a obra marcou a arquitetura moderna brasileira.

Corumbá agora tem três patrimônios históricos: a ponte, o conjunto de edificações do Forte Coimbra e o complexo histórico, arquitetônico e paisagístico do Porto Geral.

Os imóveis tombados pelo patrimônio só podem ser reformados com autorização do Iphan. Fica proibida a destruição ou demolição. Se isso acontecer, o responsável é autuado pelo Iphan e pode até ser preso pela Polícia Federal.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
01/12/2017 - 12h48
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos em Corumbá
30/11/2017 - 08h12
Reinaldo recebe ministro das Cidades para entrega de 327 casas no interior
29/11/2017 - 07h05
Com chilenos, Prefeitura defende Rota Bioceânica passando por Corumbá
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.