especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Trânsito - 17/03/2016 - 16h20

Protesto contra o governo Dilma bloqueia ponte na divisa com SP




Fotos: Direto das Ruas

Ponte sobre o rio Paraná está bloqueada desde o fim da manhã.



Manifestantes bloquearam trecho da BR 267, próximo a ponte.
Por Priscilla Peres e Mariana Castelar do Campo Grande News / Redação Pantanal News

O protesto de produtores rurais e caminhoneiros bloqueou trecho da rodovia BR-267 e a ponte Hélio Serejo, na divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo. Eles protestam contra o governo federal e pedem a saída da presidente Dilma Roussef (PT) do poder.

 

A manifestação começou no fim da manhã de hoje com atos do lado sul-mato-grossense, em Bataguassu e do lado paulista em Presidente Epitácio. Com a ação, os caminhões e carros ficaram parados em cima da ponte sobre o rio Paraná.

Para controlar o tráfego de veículos e impedir que eles ficassem parados em cima da pontes, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) iniciou uma operação e então, os manifestantes começaram a liberam o tráfego de tempos em tempos.

A informação é de que são 70 manifestantes, com faixas e cartazes. Ambulâncias e veículos com crianças e idosos tem prioridade para trafegar pela ponte. O movimento, que é pacífico, deve prosseguir até o fim desta tarde.
Segundo o presidente do Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul), Cláudio Cavol, o protesto começou pela manhã desta quinta-feira (17) e é de cunho político.

"A informação que temos é que grande parte dos caminhoneiros irão aderir à greve e só irão sair do local quando a presidente renunciar", disse. O local do protesto é estratégico por ser uma importante via de escoamento de produtos.

Paraná - Há protestos também em Guaíra, no Paraná. Lá, os manifestantes bloquearam os acessos à ponte Ayrton Senna e o objetivo é o mesmo: protestar contra as ações do governo federal.

De acordo com a PRF, em Guaíra o protesto acontece, mas o trânsito está liberado.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
03/01/2018 - 09h44
Tráfego é totalmente interrompido na MS-386 após estragos da chuva
02/01/2018 - 13h40
No fim de ano, 2,1 mil são flagrados em alta velocidade nas estradas federais
02/01/2018 - 08h02
Chuva provoca estragos e rodovia MS-338 é parcialmente interditada
29/12/2017 - 15h30
Com viagens de fim de ano, 262 mil veículos devem passar pela BR-163
26/12/2017 - 14h31
No feriado de Natal, 1,1 mil veículos são flagrados em alta velocidade em MS
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.