zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Trânsito - 09/03/2016 - 09h18

Justiça acata pedido do Detran-MS e suspende exame toxicológico

Presidente diz que processo de habilitação fica mais demorado e caro. Ação foi deferida pela 4º Vara Federal de Campo Grande.




Por G1 MS / Redação Pantanal News

 A Justiça Federal acatou, na terça-feira (8), o pedido do Departamento Estadual de Trânsito deMato Grosso do Sul (Detran-MS) e o exame toxicológico para a obtenção e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), nas categorias C, D e E, foi suspenso.

A ação foi deferida pela Juíza Federal Drª Monique Marchioli Leite, da 4º Vara Federal de Campo Grande. No parecer da Juíza, consta em evidência as preocupações do Detran-MS em relação ao teste, que faz parte da Deliberação 145 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Conforme o diretor-presidente do Detran-MS, Gerson Claro, medidas que reduzam os acidentes e, consequentemente aumentem a segurança no trânsito, são favoráveis.

No entanto, segundo Claro, o exame tem algumas brechas e torna o processo de habilitação mais demorado e caro ao usuário.

A nível nacional, o presidente ainda garante que a comunidade médica e profissionais de trânsito de todo o país também são contrários à medida. Para a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego de Mato Grosso do Sul (Abramet-MS), o método que emprega amostras de cabelo, pelos ou unhas não é capaz de definir com precisão o momento exato do consumo da substância ilícita.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
06/11/2017 - 16h03
PRF flagra 1.900 motoristas em alta velocidade durante o feriadão de Finados
31/10/2017 - 16h18
PRF focará em acidentes graves durante Operação Finados em MS
16/10/2017 - 07h52
Sete morrem em rodovias estaduais de MS durante o feriadão, diz PMR
12/07/2017 - 15h16
Número de mortos nas rodovias de MS cai 12% em relação a 2016
29/05/2017 - 06h17
Capotamento fere casal na BR 262
 
Últimas notícias do site
17/11/2017 - 16h03
Viralizou: cachorrinho 'penetra' na balada é a imagem mais fofa que você vai ver hoje
17/11/2017 - 10h18
Fim de semana tem sertanejo, funk, comédia e teatro
17/11/2017 - 07h53
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
17/11/2017 - 07h44
Proprietários rurais são autuados por manterem carvoarias ilegais
17/11/2017 - 06h14
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.