especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 03/03/2016 - 09h00

Nível do rio Aquidauana sobe 70 cm em um dia e 3 famílias são desalojadas




O Pantaneiro

Campo de futebol está alagado devido a cheia no rio Aquidauana.
Por Renata Volpe Haddad do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Após ficarem desabrigadas e retornarem para casa em janeiro, três famílias ribeirinhas ficaram desalojadas novamente nesta quinta-feira (3) devido ao nível do rio Aquidauana subir 70 centímetros de ontem (2) para hoje. 

 

Segundo a Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), o nível do rio está em 7,90 metros, sendo que ontem marcava 7,20 metros. Em Miranda, o nível do rio subiu 31 centímetros e está com 7,20 metros. 

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Metereologia) nesta quarta-feira (2) em Aquidauana, choveu 28,4 milímetros.

Conforme o coordenador da Defesa Civil do município, Mário Raváglia, a cheia no rio volta a assustar os moradores de Aquidauana. "Estamos realizando trabalhos constantes desde ontem e três famílias já pediram para serem retiradas. Creio que hoje, mais gente vai sair de casa", alega.

Em Anastácio, o coordenador da Defesa Civil, Ademir de Jesus Arruda, explica que a chuva de ontem, fez com que o nível do rio subisse muito, mas por enquanto, não há nenhuma família desabrigada. "Na região mais baixa de Anatáscio, na Vila Santos Dumont, a água do rio já se aproxima das ruas, mas aqui o nível do rio demora subir mais", informa.

Já em Miranda, distante 201 km de Campo Grande, a Defesa Civil está orientando as famílias ribeirinhas e visitando as áreas de risco. "O nível do rio subiu, porém não retiramos mais pessoas, mas se continuar subindo, acredito que vamos precisar tirar de casa umas 150 pessoas", afirma o coordenador, Roberto Lopes Ferreira.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
01/12/2017 - 12h48
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos em Corumbá
30/11/2017 - 08h12
Reinaldo recebe ministro das Cidades para entrega de 327 casas no interior
29/11/2017 - 07h05
Com chilenos, Prefeitura defende Rota Bioceânica passando por Corumbá
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.