especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 25/02/2016 - 10h04

MS já vendeu antecipadamente mais da metade da safra de soja

Produtores já comercializaram 3,750 milhões de toneladas. Aprosoja/MS aponta alta do dólar estimulou as vendas.




Reprodução/TV Morena

MS já vendeu antecipadamente 3,750 mi de t de soja
Por Anderson Viegas do G1 MS / Redação Pantanal News

Até o dia 23 de fevereiro, os produtores de soja de Mato Grosso do Sul já haviam comercializado antecipadamente 3,750 milhões de toneladas do grão, que ainda está sendo colhido no estado. Essa venda antecipada representa cerca de 51,5% das 7,3 milhões de toneladas que os sojicultores sul-mato-grossenses devem produzir no ciclo 2015/2016, segundo circular do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), da Associação dos Produtores de Soja local (Aprosoja/MS).

De acordo com o Siga, esse percentual já negociado representa um incremento de 21,5 pontos percentuais em relação ao mesmo período da temporada passada. A principal explicação para esse grande volume de comercialização antecipada, conforme a circular, é a alta do dólar. Em relação a fevereiro do ano passado a moeda norte-americana acumula uma alta de 42%.

“Considerando o patamar de baixa nas cotações internacionais o produtor viu na comercialização antecipada uma forma de garantir rentabilidade e recursos para o custeio”, destaca a análise do Siga.

Em relação a colheita, a mesma circular destaca que até o dia 19 de fevereiro, 42% da área cultivada com a oleaginosa em Mato Grosso do Sul já havia sido colhida. O trabalho segue mais acelerado no sudeste e sudoeste, com média de 48,3% e mais devagar no centro e norte, com 20,9%.

O município com o trabalho mais avançado é Aral Moreira, com aproximadamente 75% da área colhida.

Segundo a circular, a colheita está atrasada em todas as regiões do estado quando comparada ao andamento das últimas três safras. O retardo foi provocado pelas condições climáticas desfavoráveis que afetaram todo ciclo produtivo.

Primeiro a estiagem em outubro de 2015, época da semeadura, que forçou muitos produtores a aguardarem a chuva e a melhoria da umidade do solo para o plantio. Depois foi o excesso de chuva, entre dezembro e janeiro, o que alagou muitas áreas, provocando, inclusive, algumas perdas, além de favorecer o desenvolvimento de doenças nas lavouras.

O grande volume de chuvas, além disso, também afetou a infraestrutura logística, as estadas e pontes, utilizadas pelos produtores para chegar até as lavouras, o que dificultou o manejo adequado das áreas cultivadas e retardou o início da colheita, além de estar afetando neste momento, o escoamento da produção nas áreas onde o trabalho já foi realizado.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
23/01/2018 - 13h23
Brasil entra na corrida para desenvolver mandioca com amido ceroso
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
 
Últimas notícias do site
20/02/2018 - 08h30
Cidades de MS amanhecem com ‘cara de inverno’ após madrugada chuvosa
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.