zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Polícia - 10/02/2016 - 13h45

Ambiental faz no Carnaval a maior apreensão de pescado desde 2007




Fotos: Divulgação PMA

Por Paulo de Camargo Fernandes do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar Ambiental aprendeu, no Carnaval deste ano, 498 kg de pescado – 15 vezes mais do que na edição passada, quando foram apreendidos 31 kg. Foi a maior apreensão de pescado desde 2007, quando começaram a ser contabilizados os números da Operação Carnaval.

A apreensão no Carnaval foi maior do que nos três meses de piracema, quando foram apreendidos 454 kg. Segundo a PMA, a diferença ocorreu em razão de duas apreensões no município de Corumbá, em que um pescador foi preso com 340 kg e outro com 113 kg.

A Operação Carnaval foi encerrada hoje (10), às 8h. Ela teve como foco principal a prevenção e repressão à pesca predatória. A Polícia Militar Ambiental reforçou o efetivo das cidades com tradição carnavalesca, que também possuem rios com peixes em abundância e tradição pesqueira.

Os principais reforços foram para Corumbá e Porto Murtinho, já que no rio Paraguai foi permitida a pesca na modalidade pesque-solte. Além de combater a pesca predatória, as 25 Subunidades desenvolveram também barreiras e combate e prevenção ao desmatamento e carvoarias irregulares, exploração ilegal de madeira e combate aos crimes contra a fauna, poluição e outros crimes ambientais.

Foram autuadas 17 pessoas, quatro a mais à operação passada, quando foram 13. Três foram autuados por pescar sem licença. A pesca sem licença não é crime ambiental, mas é infração administrativa. Vale ressaltar que a pesca estava aberta na modalidade pesque-solte no leito do rio Paraguai.

A PMA retirou dos rios 2,2 km de redes de pesca e 435 anzóis de galho, petrechos com alta capacidade de dizimar cardumes.

Paulo Fernandes, com informações da Assessoria de Comunicação da PMA

Fotos: divulgação PMA

Redes mundo novo PMA 9 FEV 2016pescadores retirando redes PMA Bata 7 fev 2016Redes e barco apreendido PMA Bata 7 fev 2016

Pescado apreendido PMA Ap Taboado subaquática 9 fev 2016


 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 10h45
PMA autua pescador e apreende barco, motor e 10 kg de pescado
20/10/2017 - 09h09
PMA prende jovem com rifles e munições ilegais
20/10/2017 - 08h07
PMA autua fazendeiro por degradação de matas ciliares
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.