zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 01/02/2016 - 06h15

Iagro confirma primeiro caso de mormo em equino de MS em 2016

Animal doente é de fazenda de Aquidauana, no oeste do estado. Iagro diz que animal ainda não foi abatido por conta de ordem judicial.




Por G1 MS com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul (Iagro), confirmou o primeiro caso de mormo em um equino no estado em 2016. O foco foi descoberto em uma fazenda no município de Aquidauana, a 131 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a Iagro, o cavalo passou por dois exames, um de sangue, e um de reação, em que uma proteína da bactéria causadora da doença é aplicada na pálpebra, e os dois testes deram positivo para a doença.

A Agência aponta, entretanto, que o animal ainda não foi sacrificado porque o proprietário conseguiu na Justiça uma liminar para mantê-lo vivo. Com a decisão judicial, a Iagro ainda não entrou na propriedade para fazer o controle da doença, que consiste em abater o cavalo doente e queimar o corpo no local, além de fazer exames em toda a tropa da fazenda.

Em razão dessa situação, a fazenda foi interditada pela Iagro e o tráfego de seus animais interditado.

Conforme a Iagro, até março de 2015 o estado não tinha nenhum caso da doença registrado. Em menos de um ano, de abril do ano passado até janeiro deste ano já foram descobertos focos em 10 propriedades e outros 24 focos estão sendo investigados.

O gerente de Defesa Sanitária Animal da Iagro, Rubens Rondon, diz que não existe possibilidade de uma epidemia da doença no estado, mas destacou a preocupação do órgão com os prejuízos que a doença pode causar na cadeia produtiva ,além dos riscos que representa para a saúde pública, já que é uma doença que pode ser transmitida para o ser humano.

Ele lembrou ainda que o exame de mormo é obrigatório para o transporte de animais para eventos de grande aglomeração, como provas de laço, do tambor e exposições agropecuárias, entre outros, e que técnicos da agência estão sempre presentes fazendo a fiscalização.

O mormo
O mormo é uma doença infectocontagiosa grave que acomete os equídeos (equinos, asininos e muares), mas que pode acometer outras espécies de maneira acidental, como o homem (zoonose), carnívoros e pequenos ruminantes.

A doença é causada pela bactéria Burkholderia mallei, que ocasiona alta taxa de mortalidade nos equídeos e no homem é fatal. Os sinais clínicos mais frequentes são: febre, tosse e corrimento nasal. A doença pode se manifestar na forma aguda ou crônica, sendo que a forma crônica, geralmente, ocorre em equinos e a forma aguda em muares e asininos. Em equídeos os sinais são classificados em três categorias: nasal, pulmonar e cutânea.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
19/10/2017 - 10h41
Área semeada de soja em MS ultrapassa 814 mil hectares
19/10/2017 - 09h00
Hortaliças seguem mais baratas e frutas têm aumento de preço em setembro
17/10/2017 - 10h25
Conab assina oito novos contratos com agricultores familiares em MS
17/10/2017 - 10h24
Compostos extraídos da gravioleira têm potencial ação inseticida e antitumoral
11/10/2017 - 07h58
Produção de mudas, coleta de sementes e legislação ambiental são tema de curso em Aquidauana
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.