especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 28/01/2016 - 06h00

Em uma semana, MS registra cerca de 2 mil notificações de dengue

Número representa metade nos casos suspeitos no mês de janeiro. Dos 79 municípios do estado, 27 tem alta incidência da doença.




Por Juliene Katayama do G1 MS / Redação Pantanal News

Em uma semana, a Secretaria do Estado de Saúde (SES) notificou 2.133 casos de dengue, conforme divulgado pelo boletim nesta quarta-feira (27). O número representa quase a metade das suspeitas do mês de janeiro de 2016.

Conforme o levantamento, 27 municípios sul-mato-grossenses apresentam alta incidência da doença. Ao todo, foram notificados 8.269 casos suspeitos no estado.

Na “zona vermelha” aparece Campo Grande que já teve duas mortes por dengue nesse ano, registrou 3.741 notificações. Também integram a lista São Gabriel do Oeste, Bonito, Coxim, Jardim, Sidrolândia, Cassilândia, Ponta Porã e Paranaíba. Esses municípios têm registros da doença.

Com média incidência da doença – de 100 a 300 casos para cada 100 mil habitantes -, aparecem sete municípios que têm casos de dengue: Naviraí, Três Lagoas, Ivinhema, Nova Alvorada do Sul, Anastácio, Dourados e Rio Verde de Mato Grosso.

Outras 26 cidades do estado estão na área de baixa incidência. Mesmo assim, tem quatro municípios com casos de dengue: Nova Andradina, Corumbá, Bataguassu e Aquidauana.

Morte
Uma criança de 8 anos morreu com suspeita de dengue no dia 12 de janeiro, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Almeida, em Campo Grande. Ela foi diagnosticada com dengue clássica, além da cardiopatia congênita, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). A família, no entanto, afirma que Fernanda Pereira não tinha nenhum problema cardíaco.

A jovem Carolina Ribeiro Soares, de 16 anos, morreu no Hospital Regional de Campo Grande no dia 13 de janeiro, três horas depois de dar entrada. A família suspeita que a causa da morte tenha sido dengue e reclama do atendimento nas unidades de saúde.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/11/2017 - 12h50
Laudo descarta que macaco achado morto na Capital teve febre amarela
13/11/2017 - 11h30
Lei: deputado Dr. Paulo Siufi cria “Agosto Verde” para prevenir depressão e outros males
08/11/2017 - 16h10
Sesau investiga morte de macaco, animal hospedeiro da febre amarela
31/10/2017 - 14h46
Cirurgia de Ruiter teve início na tarde desta terça-feira
31/10/2017 - 09h07
Com quadro clínico estável, prefeito de Corumbá já está sendo operado
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.