TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Polícia - 13/01/2016 - 06h50

De 1.609 presos, 24 não voltaram às celas após Natal e Ano Novo em MS

Evasão da saída temporária é 3 vezes menor que média do país, diz Sejusp. Índice de 1,5% em 2015 é maior do que evasão em 2014, quando foi 1,33%.




Por G1 MS / Redação Pantanal News

Surto de interna provocou princípio de tumulto em presídio semiaberto feminino de Campo Grande (Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)Presídio semiaberto feminino de Campo Grande (Foto: Anderson Viegas/Do G1 MS)

O índice de evasão de presos registrados em Mato Grosso do Sul durante a saída temporária de Natal e Ano Novo em 2015 foi de 1,5%, segundo a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). Dos 1.609 detentos dos regimes semiaberto e aberto que foram liberados para passar as festas em casa, 24 não retornaram às celas e são considerados evadidos.

Deste total, 21 são homens e três são mulheres. O percentual de 2015 é três vezes menor que a média do país, de 4,2%, mas ainda é um pouco superior ao de 2014, quando foram liberados 1.330 custodiados, dos quais 15, ou seja, 1,33% não retornaram.

Na capital sul-mato-grossense, 690 presos homens e mulheres foram beneficiados, e 8 não retornaram (1,16%). No interior, foram 919 presos e presas, sendo que 16 não retornaram, o que corresponde a 1,74%. Entre as 192 presas do estado, três não retornaram.

Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, as saídas temporárias são uma maneira dos reeducandos se aproximarem das famílias, como forma de reinserção social gradativa. Ainda segundo Stropa, a evasão é um risco calculado e necessário, já que "não se pode comprometer todo um sistema por conta dos que não retornam, quanto aos quais a autarquia faz a imediata comunicação aos orgãos competentes, que iniciam diligências para a imediata recaptura".

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
04/12/2017 - 07h31
PMA inicia curso de taxidermia e Educação Ambiental para Policiais Ambientais de 13 estados
04/12/2017 - 07h23
Governador recebe ministro da Educação e autoriza recapeamento em Bonito
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.