zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 11/01/2016 - 08h57

Duas toneladas de lixo são achadas em vegetação no Pantanal de MS

Polícia suspeita que material seja de obra de hotel ou fazenda na região. Lixo estava às margens da nascente do rio Abobral, afluente do rio Paraguai.




Por G1 MS com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

Lixo despejado no Pantanal de MS (Foto: Reprodução/ TV Morena)Quase duas toneladas de lixo Lixo despejado no Pantanal de MS (Foto: Reprodução/ TV Morena)

No Pantanal de Mato Grosso do Sul, cerca de duas toneladas de lixo foram descartadas em meio a natureza, às margens do rio Abobral, um dos afluentes do rio Paraguai. A polícia de Corumbá, a 415 km de Campo Grande, suspeita que o material seja resto de alguma obra de grande porte, como algum hotel ou fazenda na região, e investiga tem teria feito o descarte.

O lixo foi encontrado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) no começo da semana a cerca de 100 km de Corumbá, depois que ribeirinhos da região denunciaram o caso durante uma competição mundial de corrida de aventura. Os detritos estavam em uma vegetação escondida, às margens do rio.

No sábado (9), um barco foi até o local para recolher o material composto de sacos, restos de materiais de construção e vasos sanitários.

A embarcação cedida pelo Instituto Homem Pantaneiro, que atua na conservação e preservação do bioma Pantanal, chegou ao Porto Geral de Corumbá carregada de lixo no fim da tarde.

O material não será descartado por enquanto porque a PMA vai fazer uma análise detalhada do lixo para tentar descobrir o responsável pelo descarte. O capitão Cleiton Douglas, comandante da PMA de Corumbá, explica que este é um caso atípico no Pantanal.

"Apesar das pessoas ainda insistirem em jogar seu lixo no local indevido, essa quantidade e da forma que foi colocada, de forma tão sutil, escondida, até porque quem estava navegando no rio Paraguai não conseguia ver, a gente [PMA] só conseguiu chegar lá na segunda ida, não é típico, não. A gente até ficou preocupado que outros não tomem esse tipo de conduta, porque a gente está falando de Pantanal, é algo que tem que ser muito protegido", ressaltou o capitão.

Lixo despejado no Pantanal de MS (Foto: Reprodução/ TV Morena)Lixo despejado no Pantanal de MS
(Foto: Reprodução/ TV Morena)

Ainda segundo o comandante, a quantidade de lixo surpreendeu a equipe.

"A gente já tinha recebido a informação de que havia uma quantidade de lixo que estavam jogado na região do Porto da Manga, mas não deram a localização precisa. Fomos na primeira vez, não encontramos e, só na segunda vez, quando levantamos mais informação, é que a gente conseguiu encontrar. A gente também ficou perplexo com aquela quantidade de lixo", afirmou.

A Fundação Municipal do Meio Ambiente de Corumbá deu apoio para a retirada das duas toneladas de lixo e também vai ajudar a investigar quem teria descartado o material.

"Foi um descarte totalmente inconsequente e irresponsável", afirmou a presidente da Fundação, Márcia Rolon. Segundo ela, a multa para este crime ambiental começa em R$ 5 mil e pode chegar a R$ 50 milhões, além de pena de até cinco anos de reclusão, segundo a Lei de Crimes Ambientais.

Pantanal
Em 2015, o pantanal sul-mato-grossense foi eleito o quarto melhor destino para a apreciação da vida selvagem no Brasil pelo site americano 'USA Today'. Além disso, o destino ficou entre os quatro melhores do mundo na seleção.

O Pantanal é uma das maiores áreas úmidas contínuas do planeta, abrangendo parte dos territórios do Brasil, Paraguai e Bolívia. No território brasileiro, ocupa 150,3 mil km² em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Apesar de ser o menor bioma em extensão territorial no país, é um dos mais exuberantes no que se refere a fauna e flora e um dos mais preservados. Mantém, segundo o Ministério do Meio Ambiente, 86,77% de sua cobertura vegetal nativa.

O bioma, conforme o ministério, tem mais de mil espécies de animais catalogadas, sendo 263 de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves e 132 de mamíferos, além de quase duas mil espécies de plantas identificadas e classificadas, algumas, inclusive, com grande potencial medicinal. Diante da riqueza dessa biodiversidade, o Pantanal foi declarado Patrimônio Nacional pela Constituição Federal e Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Corumbá (Foto: Reprodução/ TV Morena)Pôr-do-sol em Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/ TV Morena)

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/04/2017 - 16h02
Ação humana coloca em xeque a conservação de aves do Pantanal
19/04/2017 - 15h06
Pantaneiros querem ser ouvidos na discussão da polêmica Lei do Pantanal
13/04/2017 - 07h52
Governos de MS e MT discutem uniformidade nas leis sobre o Pantanal
12/04/2017 - 16h02
Sindicato Rural, Prefeitura e Famasul levam saúde para trabalhadores rurais da Nhecolândia
22/03/2017 - 12h19
Jiboia é capturada em tanque de combustível de moto no Pantanal
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.