especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 08/01/2016 - 06h05

Temos que discutir sobre aborto, diz secretário a respeito da microcefalia

Titular da Saúde de MS citava novos paradigmas no combate à doença. Governo lançou plano nacional e estadual de combate ao Aedes aegypti.




Por Juliene Katayama do G1 MS, com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

Azambuja e secretário de Saúde de MS durante visita de Marcelo Castro (Foto: Juliene Katayama/G1 MS)Azambuja e secretário de Saúde de MS durante visita de Marcelo Castro (Foto: Juliene Katayama/G1 MS)

O secretário do Estado de Saúde, Nelson Tavares, afirmou que é necessário discutir sobre o aborto quando se trata de combater a microcefalia. A afirmação foi feita durante a visita do ministro da Saúde, Marcelo Castro, nesta quinta-feira (7) em Campo Grande.

“Temos que mudar culturalmente como discutir sobre o aborto”, disse o secretário durante o lançamento do Plano Nacional de Enfrentamento aos Aedes e à Microcefalia e o Plano Emergencial de Vigilância do Combate ao Aedes aegypti no estado de Mato Grosso do Sul.

Tavares se referia às mudanças de paradigmas para combater o Aedes aegypti e a microcefalia. Ele também citou a questão da legislação ambiental, pulverização com inseticida e herbicida, queima de resíduos e uso de experiências locais.

A assessoria de imprensa do governo explicou ao G1 que o secretário levantou a discussão sobre o aborto porque as gestantes conseguem detectar a doença durante o pré-natal. No estado, foram notificados três casos de microcefalia ligados ao zika vírus, segundo o ministro.

Castro pediu para que as mulheres em idade fértil adiem os planos da maternidade, se possível, e aquelas que estejam grávidas “usem blusa de manga comprida, calça e até meia” para se protegerem. Além disso, fez um apelo para que toda a sociedade contribua no combate ao Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus e chikungunya.

De acordo com o ministro, os pesquisadores estudam três possibilidades para prevenção da doença, mas a maior expectativa é a criação da vacina contra o zika. A dificuldade de encontra a prevenção é que “não havia na literatura mundial que correlacionava o zika com a microcefalia”.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/01/2018 - 21h15
Macaco é encontrado morto em fazenda de MS e deixa moradores assustados
18/01/2018 - 09h13
Após Exército, Marinha também entra na luta contra o Aedes aegypti em Corumbá
16/01/2018 - 15h43
Secretaria disponibiliza 80 mil doses de vacina contra febre amarela em MS
03/01/2018 - 15h03
MS teve no ano passado menor registro de dengue em 8 anos
02/01/2018 - 15h31
Planos de saúde já estão obrigados a cobrir 18 novos procedimentos
 
Últimas notícias do site
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.