zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 29/12/2015 - 06h21

Agentes de endemias de MS vão usar smartphones contra o Aedes aegypti

Governo do Estado quer melhorar qualidade das visitas dos agentes. Secretário de saúde alerta para risco de uma calamidade no país.




Chico Ribeiro/Subsecom-MS

Reunião que definiu a utilização de tablets e smarphones
Por G1 MS / Redação Pantanal News

Agentes de endemias de seis municípios de Mato Grosso do Sul vão utilizar tablets e smartphones no trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor de transmissão da dengue, febre chikungunya e zika vírus. A definição saiu de uma reunião realizada nesta segunda-feira (28), em Campo Grande, entre o secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, prefeitos e secretários municipais de saúde.

Segundo o governo do Estado, os tablets e os smartphones vão possibilitar que os agentes mantenham contato em tempo real com a chamada "sala da situação", onde técnicos vão monitorar o desenvolvimento do trabalho de campo e a evolução das ações voltadas à orientação e à conscientização da população para a erradicação do mosquito.

Ao todo, 260 tablets vindos da Receita Federal serão distribuídos para esse trabalho em São Gabriel do Oeste, Maracaju, Bataguassu, Bonito, Costa Rica e Taquarussu. Os profissionais também poderão utilizar os próprios equipamentos, e para incentivar esse trabalho de campo, o governo do Estado estuda fazer um pagamento por produtividade aos agentes de endemias.

“Estamos potencialmente a frente de uma calamidade”, alertou o secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares. Conforme ele, com o uso da tecnologia, o objetivo é aperfeiçoar a qualidade das visitas dos agentes comunitários, de saúde e de endemias.

“Não podemos esperar fevereiro ou março para se mobilizar”, afirmou Tavares, completando que a guerra contra o mosquito depende da participação de todos. Para ele, o zika vírus poderá ser protagonista da maior epidemia de saúde pública dos últimos 100 anos, superando, inclusive, as epidemias de Aids e de poliomelite no século passado.

Durante a reunião, o subsecretário de Comunicação do governo do estado, Rodrigo Mendes, apresentou as campanhas de orientação que serão desenvolvidas pelo Executivo,  com vídeo institucional, cartazes, folhetos, adesivos (para casa e carro), faixas, uso das mídias sociais, e spots em rádios, entre outros, que serão usadas para conscientizar à população sobre os riscos do zika vírus. “A intenção não é deixar a população apavorada, mas mostrar e sensibilizar para o risco da doença. Vamos usar todas as ferramentas para levar a informação à população”, concluiu.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
19/10/2017 - 10h58
PMA captura anta que transitava por ruas em bairro
19/10/2017 - 10h41
Área semeada de soja em MS ultrapassa 814 mil hectares
19/10/2017 - 09h01
Móveis confeccionados por reeducandos de Aquidauana são doados à Pestalozzi
19/10/2017 - 09h00
Hortaliças seguem mais baratas e frutas têm aumento de preço em setembro
19/10/2017 - 08h00
PMA captura lagarto em quintal de residência
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.