TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 09/12/2015 - 06h25

Governos federal, estadual e prefeituras unem esforços para recuperar áreas atingidas

Seis equipes do Governo do Estado irão atender região prejudicada pelas chuvas




Fotos: Chico Ribeiro










Por Paulo de Camargo Fernandes do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – Governo de Mato Grosso do Sul, União e prefeituras estão unindo esforços para dar ajuda humanitária às famílias e recuperar acessos aos municípios prejudicados pelas tempestades na região Sul do Estado. O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o governador Reinaldo Azambuja sobrevoaram a região Sul do Estado e discutiram com 11 prefeitos, três vices e um presidente de câmara municipal, em Amambai, a recuperação das áreas atingidas pelas tempestades em Mato Grosso do Sul.

Pela parceria construída, o Governo do Estado irá enviar seis equipes para atender a região, ajudando na reconstrução das estradas. Já o Governo Federal irá, inicialmente, dar uma ajuda humanitária e, posteriormente, poderá transferir recursos para as prefeituras restabelecer os acessos. Algumas comunidades estão isoladas. Para Reinaldo Azambuja, a parceria será fundamental para a recuperação da normalidade na região.

“A Defesa Civil e o próprio ministro disseram que eles [Governo Federal] podem fazer transferências diretamente às prefeituras para essa emergência: para óleo diesel, para locação de equipamentos e para fortalecer o parque de máquinas. O Governo do Estado também, nessa parceria que estamos construindo, está mandando seis novas equipes que vão ficar especificamente para atender as estradas municipais, que são aquelas que têm o maior número de rodovias, dentro dos municípios. Se nós somarmos os esforços, com esse recurso que vem direto para as prefeituras para contratar diesel e novos equipamentos, com as seis equipes que o Governo do Estado está mandando, eu acho que rapidamente nós reestabelecemos, pelo menos onde está intransitável, um tráfego melhor e um livre acesso a essas regiões”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Uma das possibilidades a ser analisada é a substituição das pontes de madeira por de concreto. O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, afirmou que irá analisar essa possibilidade e garantiu a ajuda humanitária com doações de água potável, cestas básicas, colchões e kits de limpeza e higiene. Além disso, ele explicou que haverá um esforço conjunto de governos federal, estadual e municipais pare reconstruir pontes, estradas e proteger as famílias.

“Uma primeira ajuda é humanitária. O Estado já fez isso e hoje nós recebemos o primeiro pleito que foi a recomposição do estoque dessa ajuda humanitária à Defesa Civil estadual, cerca de 1.700 kits. O segundo momento será o de nós recebermos o reconhecimento e a decretação da situação de emergência para que o Governo Federal possa publicar uma portaria elencando todas as cidades e fazendo esse reconhecimento. A partir daí, e enquanto isso também, os municípios vão fazer o primeiro plano de resposta que seria aquilo que precisa. Hoje estamos fazendo levantamento dos estragos. A resposta imediata é o reestabelecimento, colocar as estradas vicinais em condições. Depois haverá um plano de reconstrução”, afirmou.

Ministro, governador e prefeitos assistiram a um vídeo e a uma apresentação feita pelo coordenador de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul, coronel Isaías Ferreira Bittencourt, sobre os estragos causados pela chuva. De acordo com ele, mais de 80 pontes (totalizando 1.200 metros) foram destruídas e mais de 3 mil quilômetros de estradas e 8 quilômetros de drenagem foram danificadas. Além disso, foram registrados desabamentos e grandes erosões em áreas habitacionais.

“Toda a região espera uma tréqua da chuva”, resumiu o prefeito de Amambai, Sergio Barbosa. Uma das preocupações do chefe do Executivo municipal é com relação aos prejuízos que já ocorreram e com as colheitas, que têm início em janeiro. “Os prefeitos querem orientação da União para não entrarem em desespero. Estamos preocupados também com a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti”.

O Governo de Mato Grosso do Sul, após as fortes chuvas que atingiram a região sul do estado, reconheceu a situação de emergência de 14 municípios. Além de pontes, diversas rodovias, galerias e dutos foram destruídos ou danificados parcialmente em Tacuru, Naviraí, Itaquiraí, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Juti, Novo Horizonte do Sul, Japorã e Eldorado.

Paulo Fernandes, de Campo Grande, com informações de Ludyney Moura, de Amambai

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
01/12/2017 - 12h48
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos em Corumbá
30/11/2017 - 08h12
Reinaldo recebe ministro das Cidades para entrega de 327 casas no interior
29/11/2017 - 07h05
Com chilenos, Prefeitura defende Rota Bioceânica passando por Corumbá
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.