especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Política - 27/11/2015 - 13h43

Moka propõe PEC que impede Executivo de legislar sobre veto não apreciado




Divulgação

Moka diz que prática atual afeta prerrogativa do Legislativo de propor leis
Por Assessoria - Redação Pantanal News

O senador Waldemir Moka (PMDB-MS) apresentou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 149, de 2015, que impede o Executivo de editar medida provisória (MP) ou propor projeto de lei vetado, cujo veto esteja pendente de apreciação pelo Congresso Nacional.

A proposta recebeu o aval de 30 senadores, entre os quais José Serra (PSDB-SP), Alvaro Dias (PSDB-PR), Ana Amélia (PP-RS), Humberto Costa (PT-PE), Marta Suplicy (PMDB-SP), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e Walter Pinheiro (PT-BA). 

De acordo com Moka, nos últimos anos, têm sido muito comum o presidente da República vetar projeto de lei aprovado pelo Congresso para, em seguida, editar uma medida provisória ou enviar proposição semelhante ao Legislativo.

“Ora, trata-se, indiscutivelmente, de prática que representa desrespeito às Casas Legislativas que, na maior das vezes, debateram e analisaram a matéria por meses e até anos antes de aprová-la”, argumenta.

O parlamentar diz que, na prática, a postura do Executivo pretende esvaziar a competência do Congresso de apreciar os vetos. “Impõe-se, certamente, em nome do equilíbrio entre os Poderes, cláusula pétrea da nossa Constituição, impedir essa prática”, explica Moka.

Segundo ele, a PEC não busca restringir o poder de iniciativa do presidente que, em condições normais, permanece intacto. “O que não pode é combinar o poder de veto com o de iniciativa para se sobrepor ao Poder Legislativo, quase substituindo-o”, reforça. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
23/01/2018 - 09h40
Perguntas e respostas sobre o julgamento do recurso de Lula no TRF-4
16/01/2018 - 14h30
Obra de qualidade é uma das marcas do Governo, diz Rose depois de visitar Corumbá
22/12/2017 - 11h05
Acabou a dúvida: Puccinelli se anuncia como candidato ao governo do Estado
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
 
Últimas notícias do site
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
15/02/2018 - 06h10
Inmet aponta que mau tempo continua e MS terá dia com chuvas à tarde
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.