zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 05/11/2015 - 12h40

Ministro da Saúde e senadores debatem crise das santas casas e hospitais filantrópicos




Divulgação

Senadores e ministro da Saúde discutem socorro às santas casas
Por Assessoria / Redação Pantanal News

Representantes das Santas Casas e dos hospitais filantrópicos e parlamentares que defendem o setor participaram ontem (quarta-feira) de audiência com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, e com o diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Henrique Paim. Realizada por iniciativa da senadora Ana Amélia (PP-RS), a reunião abordou alternativas para auxiliar as instituições na superação da grave crise financeira.

O diretor da Santa Casa de Porto Alegre, Júlio Dornelles de Matos, apresentou as reivindicações do setor, entre elas a ampliação da carência de 6 meses para 2 anos dos empréstimos do BNDES Saúde e a redução da taxa de juros cobrada pelo banco para 0,5% ao ano, além da possibilidade de ampliar as parcelas de financiamento de 84 pra 120 meses. Ele sugeriu ao ministro a criação de um grupo temático para avaliar as demandas. O ministro falou sobre a crise financeira e os cortes no orçamento, mas afirmou que trata a questão como prioridade e garantiu que irá estudar as propostas.

Matos também fez um relato sobre a situação dramática do setor que compreende hoje 2,1 mil instituições em todo o País e é responsável por 60% dos atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). As dívidas atuais superam R$ 21 bilhões e o déficit somente no ano passado foi de quase R$ 9 bilhões. Em pelo menos mil municípios que contam com santas casas ou hospitais filantrópicos, essas entidades são as únicas instituições hospitalares. O setor emprega diretamente 480 mil pessoas e realiza, por ano, 280 milhões de atendimentos ambulatoriais.

O debate sobre o tema foi intensificado a partir de sessão temática ocorrida no começo de setembro, por iniciativa da senadora Ana Amélia, no Plenário do Senado. Desde lá já foram realizadas reuniões no BNDES e encontros entre representantes da própria instituição e do Ministério da Saúde para avaliar a questão. A formação de um grupo técnico, caso confirmada, também poderá significar novos avanços diante da crise. O BNDES, que já havia recebido a lista de demandas há cerca de um mês, segundo Henrique Paim, poderá ampliar a carência de seis meses para um ano e avalia outras possibilidades.

De acordo com o senador Waldemir Moka (PMDB-MS), enquanto a saúde no Brasil for subfinanciada os problemas vão continuar. Ao ministro, o senador sul-mato-grossense, que é médico, argumentou que o Governo federal precisa investir o mínimo de 10% de sua receita bruta no setor. “Evidentemente que há erros de gestão na saúde. Mas, fundamentalmente, o problema maior é a falta de dinheiro para construção de mais leitos, de equipamentos e medicamentos, além de um plano de carreira decente para os profissionais da saúde”, afirmou Moka.

Participaram ainda do encontro os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO), Elmano Ferrer (PTB-PI) e Humberto Costa (PT-PE), o presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, deputado Antonio Brito (PTB-BA), e os representantes das Santas Casas: presidente da Confederação das Santas Casas de Misericórida, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), Edson Rogatti; diretor-geral da CMB, José Luiz Spigolon; diretor Financeiro da Santa Casa de Porto Alegre, Ricardo Englert; e superintendente de Planejamento Financeiro da Santa Casa de Belo Horizonte, Gonçalo Abreu Barbosa.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 08h20
Cinco propostas devem ser analisadas na Ordem do Dia desta terça-feira
17/10/2017 - 07h52
Campeões brasileiros de Canoagem Descida são definidos no Mato Grosso do Sul
17/10/2017 - 07h46
Confira o resultado da 2ª fase do concurso para delegado da Polícia Civil
17/10/2017 - 06h22
Meteorologia prevê calorão, mas possibilidade de chuva à tarde
16/10/2017 - 18h59
Incêndio consome parque estadual há 4 dias em MS
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.