TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Educação - 28/10/2015 - 06h50

I Festival Escolar de MS apresenta os talentos dos estudantes na pintura, fotografia, dança e música




Fotos: Divulgação










Por Emilia Sbrocco Dorsa do Notícias MS/ Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Educação (SED) está realizando, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, a Mostra Cultural 2015 – I Festival Escolar de Mato Grosso do Sul (FEMS): pintura, fotografia, dança e música, com a participação de mais de mil estudantes, de 85 escolas estaduais, de 40 municípios.

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, as apresentações são a culminância do trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo. “Nossos alunos, junto com professores e diretores, mostram aqui o que fizeram este ano, colocando a alma ora na música, ora na pintura, ora na dança, enfim, nas artes. Não é uma competição, é um momento de externar sentimentos”, afirma.

O FEMS tem como objetivo estimular nos estudantes a autoconfiança na relação existente entre a produção artística pessoal, ou coletiva, e os conhecimentos teórico-estéticos dos processos de criação, exercitando seus sentimentos e emoções a partir do tema “A Influência Estrangeira na Cultura Brasileira”. “Esta Mostra Cultural fala de nossa cultura, de Mato Grosso do Sul, que é tão heterogênio, com pessoas que vieram de tantos Estados diferentes e países vizinhos também, tudo isso influencia nosso dia a dia”, destaca professora Maria Cecilia.

Na noite desta segunda-feira (26), o público assistiu ao “Recanto das Cantigas In Concert”, com 11 apresentações musicais de cantigas de roda em ritmos como samba e rock. Nesta terça-feira (27), durante todo o dia, acontecem as apresentações de dança de 46 escolas estaduais. No hall de entrada estão expostas as telas e fotografias produzidas pelos estudantes, representando a miscigenação e diversidade de culturas apresentadas no Brasil.

 

Com uma apresentação de hip hop, os estudantes da professora do Projeto de Dança da Escola Estadual 8 de Maio, de Iguatemi, Gescleia da Luz Bueno, foram os primeiros a subir ao palco. “Ensaiamos e esperamos o ano todo por este momento, é uma vitória para nós, é uma alegria enorme ver o trabalho realizado. Para mim, como professora, é muito gratificante”, conta.

Entre as torcidas, destaque para a da Escola Estadual São José, de Cassilândia. A diretora-adjunta da escola, Marize Ferreira de Oliveira, a escola fez uma mobilização para viajar a Campo Grande e participar da Mostra Cultural com dançarinos, colegas e professores. “Fizemos uma mobilização para trazer nossa escola porque fazemos questão de participar. Este momento é um incentivo não só para nossa escola, mas para todas as outras, é um espetáculo muito bonito”, explica.

A Escola Estadual Nicolau Fragelli apresentou uma tarantela, dança típica italiana, com a participação de Ludmila Lombardi da Silva, de 9 anos. “Foi muito legal dançar aqui. No começo deu um pouquinho de nervoso, mas depois acostumei e gostei muito, eu quero mais!”, pede animada.

Alexandro Fonseca, 17 anos, estudante do 2º ano do ensino médio técnico em Informática da Escola Estadual Marcílio Augusto Pinto, de Iguatemi, não só dançou, mas também é responsável pela coreografia. “É empolgante dançar para tantas pessoas na plateia, dei o meu melhor”, explica. Quer saber o que a dança significa para ele? “A dança é tudo para mim, é onde passo meu sentimento para as pessoas”, finaliza.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/10/2017 - 14h32
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos de Corumbá
27/10/2017 - 10h48
IFMS ofertará seis novos cursos de graduação em 2018
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.