zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 28/10/2015 - 06h20

Onça encontrada morta em MS passa por perícia no crânio, diz veterinária

Intenção é verificar as reais causas da morte do animal. Onça foi encontrada no último domingo (25), em Aquidauana.




Lucas Leuzinger / Arquivo Pessoal

Animal estava às margens de rio em Aquidauana
Por Graziela Rezende do G1 MS / Redação Pantanal News

A onça-pintada encontrada morta na manhã do último domingo (25), em Aquidauana, a 131 quilômetros de Campo Grande, passa por uma perícia no crânio para identificar as reais causas da morte, segundo a veterinária e professora doutora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Thyara de Deco Souza e Araújo.

"O animal foi encontrado com uma fratura na bochecha e existe também a especulação de um tiro. É estes motivos que somente a perícia vai nos dizer ao certo o motivo do osso estar fraturado", afirmou ao G1 a veterinária.

Segundo Araújo, uma quipe de pesquisa encontrou a onça há pouco mais de um mês. "Nós vimos a onça diversas vezes, mas ela desapareceu há pouco tempo e inclusive estávamos fazendo buscas, principalmente porque ela estava com o colar de GPS [rastreamento via satélite]", comentou a veterinária.

Entenda o caso
Apelidada de Sossego, o animal macho pesava 130 quilos e era considerado o "xodó" dos pesquisadores. No último domingo (25), o 
corpo da onça foi encontrado em avançado estado de decomposição, conforme participantes do projeto Onças do Rio Negro. Eles informaram já ter avisado a Polícia Militar Ambiental (PMA) e a Polícia Federal (PF). O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/10/2017 - 18h59
Incêndio consome parque estadual há 4 dias em MS
13/10/2017 - 10h45
MS 40 Anos: O desafio de harmonizar população e natureza nas lagoas
11/10/2017 - 07h05
PMA recolhe tatu de 36 kg atropelado na rodovia
04/10/2017 - 07h02
PMA captura veado atropelado
28/09/2017 - 13h48
Incêndio assusta moradores em Porto Quijarro, na fronteira do Brasil com a Bolívia
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.