zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 27/10/2015 - 06h27

Brasil deve gerar exportações no valor de 500 mil dólares após a Feira do Livro de Frankfurt

O total compreende os cinco dias do evento e também as negociações já iniciadas para os próximos 12 meses. Exportação de direitos autorais e livros físicos vem crescendo, como foi possível constatar no maior evento mundial do setor




Por Assessoria / Redação Pantanal News

O balanço inicial de negócios realizados pelas editoras brasileiras na 67ª Feira do Livro de Frankfurt, que aconteceu entre os dias 14 e 18 de outubro, na Alemanha, aponta para um total de aproximadamente US$ 500 mil, incluindo as conversas já iniciadas para os próximos doze meses. “Aos poucos, nosso país deixa de ser apenas comprador e se torna vendedor de direitos autorais e livros físicos”, acentua Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL). A alta do dólar também tem ajudado as empresas a vender seus títulos e direitos no mercado internacional. O número é bastante animador, mas o resultado do evento, considerado o mais importante do mercado editorial e literário do mundo, vai além.

O Brasil foi representado por 36 expositores no estande nacional.  Por meio do projeto setorial Brazillian Publishers, uma parceria entre a CBL e a Apex-Brasil, foi reestruturada a forma como eram realizadas as reuniões de matchmaking. Houve a participação em três desses encontros com editores do Brasil, Japão, Coreia do Sul, Tailândia e Alemanha. Foram registradas pelo menos 720 reuniões pelos editores brasileiros. “A mudança facilitou as reuniões e a realização de negócios concretos”, relata o gerente de Relações Internacionais da CBL, Luiz Alvaro Salles Aguiar de Menezes.

É importante ressaltar que o Brasil fez contatos importantes com países como a Alemanha, Itália, Canadá, Bélgica, França, Colômbia, Japão, Coreia do Sul, Tailândia, Israel, Turquia, Portugal, Reino Unido, Estados Unidos, China, México, Argentina, Chile, Espanha, Peru, Índia, Suécia, Nova Zelândia, Austrália, Mongólia,  Indonésia, Grécia, Islândia e Hungria. A distribuição geográfica e as diferenças culturais destes países mostram todo o potencial do mercado editorial brasileiro e ressaltam o quanto ele é diversificado”, diz o presidente da CBL, Luís Antônio Torelli. 

Identidade Visual

O Brasil ocupou uma localização diferente do anos anteriores na feira deste ano, o que trouxe maior alcance de público. Quem visitou o estande conheceu a nova identidade visual, um trabalho criado pela empresa brasileira ViaImpressa, exposta nos 248 metros quadrados do local, planejados pela empresa brasileira de arquitetura 3A1. O espaço, que recebeu a visita de mais de 3 mil pessoas e teve uma programação de cerca de 20 horas, foi bastante concorrido. Nele, aconteceu também o evento de relacionamento “Caipirinha Hour”, para 300 pessoas.

Foi apresentada a campanha “O Brasil lê o mundo. O mundo lê o Brasil, que representará o País em feiras e eventos literários no mundo. Trata-se de uma forma de ressaltar ao mercado editorial internacional a diversidade cultural, profissionalismo e talento da indústria do livro brasileiro. O País não é apenas comprador – é também exportador. 

O catálogo de rights em EPub, que conta com conteúdo das editoras associadas ao Brazilian Publishers, também chamou a atenção. A lista de obras disponíveis sempre foi impressa e, em 2012, começou a ser disponibilizada em PDF. Já foram registrados mais de 1,5 mil downloads do catálogo, que será trabalhado até outubro de 2016 (a versão em inglês). A inovação, fruto de uma parceria com a editora O Fiel Carteiro, especializada em materiais digitais, abriu a oportunidade de fortalecer a atuação do Brasil no exterior e profissionalizar, cada vez mais, a atuação do País no mercado internacional.

“A qualidade editorial do Brasil está sendo cada vez mais reconhecida lá fora e desperta a admiração dos países compradores”, afirma Torelli.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
13/10/2017 - 09h41
Reajustes da Petrobras deixaram gás de cozinha 50% mais caro este ano
10/10/2017 - 10h15
Petrobras eleva preço do botijão de gás em 12,9% a partir desta quarta
02/10/2017 - 14h30
Governo estadual paga salário com reajuste a servidores nesta terça-feira
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.