zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Forças Armadas - 24/10/2015 - 06h25

Força de paz Haiti realiza treinamentos em Aquidauana




Por Exército Brasileiro / Redação Pantanal News

Militares do Exército Brasileiro realizam um treinamento de preparação para a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), nas ruas de Aquidauana e Anastácio, durante o mês de outubro. O efetivo que está sendo treinado é o da Companhia de Engenharia de Força de Paz (BRAENGOY), que compõe o Contingente Brasileiro de Foça de Paz (CONTBRAS).  Durante cerca de seis meses de missão naquele País, a tropa buscará contribuir para a manutenção do ambiente seguro e estável no Haiti, auxiliando nos trabalhos de Engenharia da MINUSTAH.

Dos cerca de 1600 militares voluntários inscritos para a missão pela Companhia, apenas 130 foram selecionados para esta fase de Preparo Centralizado. Reunidos no 9º Batalhão de Engenharia de Combate, em Aquidauana, 120 irão embarcar para substituir o atual contingente que se encontra na Missão. Entre os 130 voluntários, 3 mulheres integram o grupo e 5 (cinco) militares são do Mato Grosso do Sul, sendo 1 (um) deles de Aquidauana. 

O treinamento é composto por três etapas: Nivelamento (1ª e 2ª semana), Exercício Básico de Operações de Paz (2ª semana) e Exercício Avançado de Operações de Paz (última semana), que é conduzido pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), unidade do Exército Brasileiro, sediada no Rio de Janeiro, cuja missão éapoiar a preparação de militares, policiais e civis brasileiros e de nações amigas para missões de paz e desminagem humanitária. Durante as etapas são realizadas simulações de incidentes para treinar os militares em caso de terremotos, furacões e outros desastres naturais. A tropa também participa de exercícios voltados para controle de distúrbios, uso de armamento não letal, desobstrução de vias e realização de abordagens; além das atividades da Engenharia comuns no Haiti, como perfuração de poços, navegação, lançamento de ponte e outras. Na última semana de treinamento, que começa no dia 25 de outubro, o exercício ganha maior vulto com atividades que envolvem um maior número de figurantes, cenários e viaturas que dão elevado grau de realismo às ações, ocupando ruas e áreas dos municípios.

Os Exercícios em Aquidauana e Anastácio são realizados com o apoio da Polícia Militar, Policia Civil, Polícia Ambiental, prefeituras de Aquidauana e Anastácio, Universidade Federal de Mato Grosso, Universidade Estadual do Mato Grosso, Corpo de Bombeiros, escolas da rede estadual e municipal e organizações militares do Exército Brasileiro em  Campo Grande, Aquidauana e Jardim.

As atividades encerram-se no dia 29 de outubro e, a partir do dia 12 de novembro, inicia-se o rodízio das tropas com o embarque para o Haiti dos primeiros representantes do 23º Contingente da BRAENGCOY.

HISTÓRICO DA BRAENGCOY 

Em 30 de abril de 2004, por meio da Resolução nº 1.524, o Conselho de Segurança das Nações Unidas criou a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), ativada no dia 1° de junho de 2004.

A participação brasileira na MINUSTAH iniciou com a seguinte distribuição: Batalhão de Infantaria de Força de Paz – BRABAT, Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais (Marinha) e um Oficial de Ligação da Força Aérea.

Devido à necessidade de obras especializadas, a configuração inicial foi alterada e, a partir de 9 de junho de 2005, 150 militares da Companhia de Engenharia de Força de Paz - Haiti – Brazilian Engineering Company (BRAENGCOY) – somaram-se à MINUSTAH. O efetivo passou a ser de 250 militares, a partir do 10º Contingente, em 2009. O efetivo que se encontra no Haiti atualmente é de 120 militares, mesmo efetivo do 23º contingente que, a partir do dia 4 de dezembro, irá substituí-lo.

A Engenharia, em apoio ao “braço forte” do Exército Brasileiro, representado pelo BRABAT, prestou inestimável reforço durante a fase estabilização e pacificação de Porto Príncipe. Removendo entulho, fechando trincheiras ou desobstruindo vias públicas para que as tropas pudessem avançar no terreno e restaurar a ordem pública, os soldados da BRAENGCOY foram importantes esteios para o cumprimento e o êxito das missões.

Passada a fase de estabilização, passou a ser evidenciado o apoio direto aos haitianos. No rol de trabalhos da BRAENGCOY destacam-se obras de infraestrutura e superestrutura, como a construção de pontes, asfaltamento e recuperação de estradas, desobstrução de vias públicas e de cursos d’água, remoção de entulho e escombros, construção de escolas, perfuração de poços, entre outras.

Furacões, tempestades tropicais e abalos sísmicos têm trazido destruição ao Haiti, ao longo do tempo. Nesses 11 anos de MINUSTAH, catástrofes naturais de diferentes intensidades levaram as tropas de Engenharia ao limite do esforço para levar aliviar o sofrimento dos haitianos. Remoção de entulho e lixo lodoso dos canais pluviais que cortam a cidade, operações para reconstrução e reposição da cobertura asfáltica em vias públicas foram trabalhos corriqueiros.

Na tarde de 12 de janeiro de 2010, o Haiti sofreu forte abalo sísmico, deixando a região de Porto Príncipe em estado de calamidade pública. Concluído o socorro às vitimas do desmoronamento do Quartel-General da MINUSTAH e das bases do Forte Nacional e Casa Azul, equipes da Companhia atuaram na busca e resgate de sobreviventes, na desobstrução de vias públicas, no sepultamento provisório de milhares de vítimas e na preparação de uma

área de 50.000 m2 para construção de um campo para 100.000 desabrigados pelo terremoto, em Croix-des-Bouquets.

Missões da BRAENGCOY:

- Prover apoio de Engenharia para a MINUSTAH.

- Manter um ambiente seguro e estável.

- Apoiar a reconstrução do Haiti.

Para atingir os objetivos propostos pela ONU, a BRAENGCOY possui capacidade de realizar, simultaneamente, perfuração de poços artesianos; içamento de grandes cargas; desobstrução de vias; construção de prédios, estradas, vias, terraplenagem, serviços topográficos dentre outros. A Companhia Brasileira possui ainda equipe especializada na destruição de artefatos explosivos e militares preparados para o emprego em caso de acidentes naturais.

 A BRAENGCOY representa a maior força de trabalho de Engenharia daMINUSTAH, possui equipamentos como:

· Guindaste de grande capacidade – para cargas de até 35 toneladas;

· Botes pneumáticos – única Companhia com meios de navegação fluvial (para resgates e salvamentos, patrulhamentos e em desastres naturais);

· Equipamento de perfuração de poços  única tropa da MINUSTAH capaz de realizar esse tipo de trabalho;

· Hospital Nível 1  atendimento médico hospitalar, ambulatorial e realização de pequenas cirurgias.

· Estação de Tratamento de Água – estação de água própria com produção diária de 90 mil litros.

 As atividades do Exercício Básico de Operações de Paz (‪#‎EBOP‬) do 23º Contingente da Companhia de Engenharia de Força de Paz-Haiti continuam. Simultaneamente, uma terraplanagem, a preparação para a perfuração de um poço artesiano, e o assentamento de tijolos nas instalações do 9º BE Cmb e, o que não pode faltar em um destacamento, uma cozinha para suprir os militares empenhados nos trabalhos. Na foto maior, o Comandante, o Subcomandante e a interprete supervisionando o trabalho da Companhia.

Preparo do militar para remover artefato explosivo simulado.

Na foto, o levantamento topográfico para melhoria das vias de acesso ao Campo de Instrução do 9º BE Cmb.

 Na foto maior, destacamos o resgate de um caminhão em uma pane simulada. Nas fotos menores, a segurança da área onde será perfurado um poço artesiano e militares verificando a necessidade de material para a melhoria de uma instalação.

Exercício Básico de Operações de Paz. Neste momento, simulação do plano de contingenciamento 1 (CONPLAN 1). O CONPLAN é acionado em caso de desastres naturais.

Os militares do 23º Contingente da Companhia de Engenharia de Força de Paz-Haiti estão em exercício constante, buscando sempre o aprimoramento do grupo. Neste momento, em destaque o Sd Davi, que faz parte da equipe de "static point", participando da simulação de abordagem realizada nas ruas de Aquidauana. Simultaneamente, o Sgt James faz a segurança da patrulha em outro ponto da cidade. 

O 23º Contingente da Companhia de Engenharia de Força de Paz-Haiti simulou uma evacuação aeromédica com o apoio do 3º BAvEx (Campo Grande/MS), o evento compõe o Exercício Básico de Operações de Paz.

 

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/08/2017 - 12h19
Brasil Central defende atuação das Forças Armadas nas fronteiras do país
31/05/2017 - 16h15
Distrito Naval em Ladário comemora Batalha Naval do Riachuelo
31/05/2017 - 09h01
Exército anuncia doação de área para Parque Tecnológico de Ponta Porã
25/05/2017 - 11h43
Forças Armadas começam a deixar Esplanada dos Ministérios
15/05/2017 - 13h40
Marinha abre inscrições para oficiais e prova poderá ser feita em MS
 
Últimas notícias do site
19/08/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
19/08/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
19/08/2017 - 09h45
PMA autua empresa de Mato Grosso e apreende carreta com carga ilegal de madeira
19/08/2017 - 09h01
AGENDONA: Fim de semana tem tradicional 'Bon Odori', espetáculo 'Improváveis' e mais
19/08/2017 - 08h00
Em Campo Grande, ministro autoriza migração de 36 emissoras AM para FM
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.