zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 17/10/2015 - 08h00

De Peito Aberto expõe fotografias de pessoas com câncer como forma de falar sobre a doença




Leomar Alves Rosa (Vice-governadoria e Sedhast)




Da esquerda para a direita: Luciana Azambuja Roca, Elisa Cleia Nobre, Carlos Coimbra (Hospital de câncer Alfredo Abrão) e Rose Modesto



Vera Golik e Hugo Lenzi durante a palestra



Exposição no shopping Norte Sul Plaza
Por Leonardo Rocha do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Campo Grande (MS) – Aberta na noite da quinta-feira (15), na Capital, a exposição de Peito Aberto, iniciada em 2006, que conta histórias de mulheres e homens com câncer de mama, por meio da fotografia, foi a forma com que a jornalista Vera Golik e o sociólogo e fotógrafo Hugo Lenzi, encontraram de expressarem seus sentimentos em relação à doença. Durante a palestra de abertura da exposição, que é apoiada pela Subsecretaria de Políticas para Mulher (SPPM), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), e contou com a presença da vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto, e da subsecretária da SPPM, Luciana Azambuja Roca, aproximadamente 150 pessoas puderam ouvir os casos familiares dos autores com o câncer, além de relatos de anônimos e de pessoas conhecidas na mídia.

Em sua fala, a vice-governadora agradeceu aos autores por a exposição ter chegado ao estado e ainda expressou o olhar de prioridade no qual o Governo do Estado tem em relação às pessoas, principalmente no tocante a saúde. “O Governo do Estado já vem demonstrando que saúde é prioridade nesta gestão, com a implantação da Caravana da Saúde e apoio a entidades de todo o Estado. Nos casos de câncer vemos ainda mais como esse atendimento humanizado e a atenção especializada são fundamentais para quem está sofrendo. Essa exposição reforça ainda mais nossa vontade de trabalhar por uma saúde melhor de nossa população”, disse.

 

Vera e Hugo contam que a maior inspiração para a realização da exposição surgiu após casos de câncer na família de ambos, Vera com dois irmãos e em sua mãe, e Hugo em seu pai. “O que eu posso fazer para ajudar as pessoas que sofrem com essa doença e fazer com que elas se sintam melhor, independentemente dos padrões imposto pela sociedade? Essa foi a ideia”, relata a jornalista e também ex-editora de moda de revistas nacionais.

Como fotógrafo, Lenzi pontuou que a maior dificuldade foi lidar com momentos delicados que as pessoas com câncer passam e ainda mostrar a elas que era apenas um momento que poderia ser findado com êxitos. “As pessoas tem que se conscientizar de que não falar, não procurar, não livra ninguém da doença. Nas fotos, além de fotografar, ainda havia esse contato mais intimistas, que resultou nas imagens da exposição”, disse.

Na plateia, a professora Marciene Vaz, 32 anos, que passa por tratamento contra o câncer de mama, acredita que ações como a do casal Vera e Hugo, servem para o fortalecimento das pessoas na luta. “Tenho meu marido comigo, minha família, meus amigos, mas com exposições e mostra como essa a sociedade inteira pode abraçar o paciente com câncer. O momento é difícil e mexe com as emoções e o apoio é muito importante”, conta a professora que descobriu também que está gravida de poucas semanas.

O evento de abertura também contou com a presença da secretária adjunta da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, relatando sua experiência com o câncer, além de representantes do legislativo da Capital e estadual.

De Peito Aberto – A exposição já passou por varias localidades do Brasil e exterior, inclusive na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), e segue até o próximo dia 2, das 10h às 22h, no shopping Norte Sul Plaza, Av. Pres. Ernesto Geisel, 2300 – Jardim Joquei Club, na Capital. O acesso é gratuito e conta com monitores na visita.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/10/2017 - 09h09
Cinco coisas que tornam você um ímã de mosquitos
09/10/2017 - 10h23
Mato Grosso do Sul recebe nove profissionais brasileiros do Mais Médicos
02/10/2017 - 16h24
Caminhada em Campo Grande chama a atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer
19/09/2017 - 15h13
Setembro Amarelo: no mês de prevenção ao suicídio, Hospital Regional apresenta dados para alertar população
24/08/2017 - 15h35
STF decide, por maioria, proibir a comercialização do amianto
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 09h09
PMA prende jovem com rifles e munições ilegais
20/10/2017 - 08h07
PMA autua fazendeiro por degradação de matas ciliares
20/10/2017 - 06h30
Com sabores regionais e até inseto comestível, festival gastronômico começa hoje
20/10/2017 - 06h24
Meteorologia ainda prevê pancadas de chuva, mas máxima de 41ºC para MS
20/10/2017 - 06h23
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.