zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Exposições - 17/10/2015 - 06h12

Peão Boiadeiro de Maricá terá rodeio com show e não competição

Organização do evento se preocupa com a proteção dos animais e o espetáculo comandado por palhaços vai mostrar a habilidade dos cavalheiros e amazonas seguindo fielmente a lei federal 10.519




João Calandrini

Roberto Moreira
Por Assessoria / Redação Pantanal News

A arena com arquibancada e camarotes para o rodeio que será realizado nos quatro dias do 1º Peão de Boiadeiro, ocupará uma boa parte da área dos 100 mil metros quadrados onde está sendo construído o Parque de Exposição de Maricá que será inaugurado no dia 19 de novembro. O rodeio estará a cargo da Cia. de Rodeio Marcos Timóteo que apresentará um grande show de duas horas de apresentação e não competição com prêmios. 

“Não estamos interessados em dar exemplo de maus tratos aos animais e sim criarmos um espaço para acomodar cerca de 20 mil pessoas para entretenimento. Os cavaleiros e amazonas não vão participar de uma competição e disputar  troféus e prêmios em dinheiro. Eles vão apresentar um show, um espetáculo e estaremos contribuindo para uma modalidade visando o bem estar e a proteção dos animais”, afirmou o organizador e coordenador do evento Roberto Moreira. 

“Vamos seguir fielmente o que determina a Lei Federal nº 10.519 de julho de 2002, decretada pelo então presidente da República Fernando Henrique Cardoso, sobre os rodeios”, acrescentou Moreira preocupado em preservar os animais. 

LEI No 10.519, DE 17 DE JULHO DE 2002.

 

Dispõe sobre a promoção e a fiscalização da defesa sanitária animal quando da realização de rodeio e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o  A realização de rodeios de animais obedecerá às normas gerais contidas nesta Lei.

Parágrafo único.  Consideram-se rodeios de animais as atividades de montaria ou de cronometragem e as provas de laço, nas quais são avaliados a habilidade do atleta em dominar o animal com perícia e o desempenho do próprio animal.

Art. 2o  Aplicam-se aos rodeios as disposições gerais relativas à defesa sanitária animal, incluindo-se os atestados de vacinação contra a febre aftosa e de controle da anemia infecciosa eqüina.

Art. 3o  Caberá à entidade promotora do rodeio, a suas expensas, prover:

I – infra-estrutura completa para atendimento médico, com ambulância de plantão e equipe de primeiros socorros, com presença obrigatória de clínico-geral;

II – médico veterinário habilitado, responsável pela garantia da boa condição física e sanitária dos animais e pelo cumprimento das normas disciplinadoras, impedindo maus tratos e injúrias de qualquer ordem;

III – transporte dos animais em veículos apropriados e instalação de infra-estrutura que garanta a integridade física deles durante sua chegada, acomodação e alimentação;

IV – arena das competições e bretes cercados com material resistente e com piso de areia ou outro material acolchoador, próprio para o amortecimento do impacto de eventual queda do peão de boiadeiro ou do animal montado.

Art. 4o  Os apetrechos técnicos utilizados nas montarias, bem como as características do arreamento, não poderão causar injúrias ou ferimentos aos animais e devem obedecer às normas estabelecidas pela entidade representativa do rodeio, seguindo as regras internacionalmente aceitas.

§ 1o  As cintas, cilhas e as barrigueiras deverão ser confeccionadas em lã natural com dimensões adequadas para garantir o conforto dos animais.

§ 2o  Fica expressamente proibido o uso de esporas com rosetas pontiagudas ou qualquer outro instrumento que cause ferimentos nos animais, incluindo aparelhos que provoquem choques elétricos.

§ 3o As cordas utilizadas nas provas de laço deverão dispor de redutor de impacto para o animal.

Art. 5o  A entidade promotora do rodeio deverá comunicar a realização das provas ao órgão estadual competente, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, comprovando estar apta a promover o rodeio segundo as normas legais e indicando o médico veterinário responsável.

Art. 6o  Os organizadores do rodeio ficam obrigados a contratar seguro pessoal de vida e invalidez permanente ou temporária, em favor dos profissionais do rodeio, que incluem os peões de boiadeiro, os “madrinheiros”, os “salva-vidas”, os domadores, os porteiros, os juízes e os locutores.

Art. 7o No caso de infração do disposto nesta Lei, sem prejuízo da pena de multa de até R$ 5.320,00 (cinco mil, trezentos e vinte reais) e de outras penalidades previstas em legislações específicas, o órgão estadual competente poderá aplicar as seguintes sanções:

I – advertência por escrito;

II – suspensão temporária do rodeio; e

III – suspensão definitiva do rodeio.

Art. 8o  Esta Lei entra em vigor 60 (sessenta) dias após sua publicação.

Brasília, 17 de  julho   de 2002; 181o da Independência e 114o da República.

 

Adultos e crianças poderão assistir as provas de tambor, marcha batida, da cadeira, montaria de cavalos e touros, além de cavalos adestrados que apresentarão várias coreografias. No rodeio também, o público poderá vibrar com exibições de malabaristas, motociclistas no globo da morte, queima de fogos, tudo animado por palhaços vaqueiros que estarão interagindo com público. 

Segundo Roberto Moreira, o Parque de Exposição de Maricá Altair Carlos Elias terá atividades o ano inteiro. Após o 1º Peão de Boiadeiro nos dias 19, 20, 21 e 20 de novembro, no ano que vem, em janeiro vai inaugurar o kartódromo; em fevereiro, competição de motocross; em abril, exposição de carros antigos e rebaixados; em julho, Parque de Exposição Agropecuária e Máquinas; no mês de agosto, Vaquejada e, fechando o calendário de 2016, a 2ª edição do Peão de Boiadeiro de Maricá, em novembro. 

O Parque fica na Avenida Wellington Ferreira, ao lado do Minha Casa, Minha Vida de Inoã, Maricá, cidade da região metropolitana do Rio, distante da capital cerca de 60km e com inúmeros atrativos turísticos como praias, lagoas, restingas, serras, além do Caminho de Darwin.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/10/2016 - 13h30
Tradicional, feira agropecuária do Pantanal começa hoje em Corumbá
26/10/2016 - 07h00
Feapan 2016 começa na quinta-feira com diversos leilões e palestras
20/10/2016 - 10h00
Feapan começa dia 27 com três leilões, provas do cavalo pantaneiro, palestras e shows gratuitos
21/06/2016 - 15h55
45ª Expobel promete novas atrações para o público
21/06/2016 - 14h45
Sindicato Rural de Bela Vista prepara uma grande festa para comemorar os 45 anos de Expobel
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
20/10/2017 - 09h09
PMA prende jovem com rifles e munições ilegais
20/10/2017 - 08h40
Corumbá tem dois projetos selecionados para fase nacional do prêmio MPT na Escola
20/10/2017 - 08h07
PMA autua fazendeiro por degradação de matas ciliares
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.