TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 17/10/2015 - 06h16

Outubro Rosa na ALMS: leis incentivam prevenção de câncer em mulheres




Por Assessoria / Redação Pantanal News

A Assembleia Legislativa participa do Outubro Rosa, uma campanha nacional de prevenção ao câncer de mama e do colo do útero, e por meio de projetos e leis incentiva a conscientização do diagnóstico precoce. De autoria do deputado Zé Teixeira (DEM) e co-autoria de Mara Caseiro (PTdoB) e da ex-deputada Dione Hashioka (PSDB), o Outubro Rosa foi instituído em Mato Grosso do Sul pela Lei 4.541/2014, que dedica todo o período a ações preventivas à integridade da saúde da mulher no Estado e dá outras providências.

Com a mesma preocupação, a Lei 3.411/2007, de autoria do ex-deputado Paulo Duarte (PT), instituiu a Semana Estadual da Mulher, que também tem o intuito de promover dentre suas atividades ações voltadas à saúde feminina. Em 2009, a Lei 3.633, de autoria da ex-deputada Celina Jallad, criou a Política de Saúde da Mulher Detenta, que visa, dentre outras, “ampliar as ações de detecção precoce e controle do câncer do colo do útero e de mama, articulando-se a um sistema de referência para o tratamento e o acompanhamento da mulher”.

Propostas - Estão em tramitação na Casa de Leis dois projetos de leis que promovem a prevenção dos cânceres femininos. O Projeto de Lei (PL) 133/2015, de Renato Câmara (PMDB), pretende tornar obrigatório, se aprovado, a criação, disponibilização e divulgação do Calendário Vacinal da Mulher em todas as unidades básicas de saúde (UBS), unidades de pronto atendimento (UPA) e hospitais da rede pública de saúde em Mato Grosso do Sul e dá outras providências.

Dentre as vacinas, está a do papilomavírus humano (HPV) que infecta a pele e mucosas e pode causar câncer do colo de útero e verrugas genitais. Os tipos 16 e 18 causam em torno de 70% dos casos de câncer do colo de útero, que acometem cerca de 15 mil pessoas no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

De autoria de Lidio Lopes (PEN), o PL 179/2015, dispõe sobre a realização de exames de detecção de mutação genética dos genes BRCA1 e BRCA2 em mulheres com histórico familiar do diagnóstico de câncer de mama ou de ovário em todo o estado de Mato Grosso do Sul, e dá outras providências. Assim como o de Câmara, este projeto também já foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação e agora aguarda votação dos deputados em plenário.

Prevenção - A importância da prevenção é relembrada por dois deputados que já foram acometidos pelo câncer e hoje estão curados. “O Outubro Rosa é como um alerta, porque hoje sabemos que, se for descoberto precocemente, há muitas chances de cura”, afirmou Zé Teixeira em entrevista à Rádio ALMS.

Mara Caseiro, que enfrentou um câncer de mama em 2006, disse em entrevista à Agência ALMS no Dia Mundial de Combate ao Câncer sobre a importância do autoexame. “Quando resolvi ir ao médico já fazia oito meses que percebia um nódulo em mim. Se eu tivesse ido antes não precisaria enfrentar o pesado tratamento de quimioterapia e radioterapia. Uma simples cirurgia poderia ter retirado meu nódulo”, alertou.

Saiba mais - Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. A estimativa de 2015 aponta mais de 57 mil novos casos no país.

Quanto ao de colo do útero, a prevenção é feita com o exame Papanicolau. São em média 15 mil casos e cinco mil óbitos por ano no Brasil. Cerca de 500 novos casos de câncer de mama e de colo de útero são verificados em Mato Grosso do Sul todos os anos. As Unidades Básicas de Saúde contam com serviços de prevenção e promoção à saúde integral da mulher, com agendamento de consultas, coleta de exame preventivo e exame clínico de mamas, com mamografias para mulheres acima de 40 anos, além de encaminhamentos aos serviços de referência para confirmação diagnóstica e tratamento.

Ainda de acordo com o Inca o câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Podem ser causadas por fatores externos e internos e os tratamentos são por radioterapia, quimioterapia e transplantes de medula óssea.

A prevenção deve ser feita com boa alimentação, prática de esportes e exames preventivos. Uma pesquisa divulgada pelo Inca em 2014 mostra que os casos de maior incidência em Mato Grosso do Sul são os cânceres de mama feminina, o de próstata, seguidos pelo de colo de útero, reto (em homens e em mulheres) e pulmão.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/11/2017 - 12h50
Laudo descarta que macaco achado morto na Capital teve febre amarela
13/11/2017 - 11h30
Lei: deputado Dr. Paulo Siufi cria “Agosto Verde” para prevenir depressão e outros males
08/11/2017 - 16h10
Sesau investiga morte de macaco, animal hospedeiro da febre amarela
31/10/2017 - 14h46
Cirurgia de Ruiter teve início na tarde desta terça-feira
31/10/2017 - 09h07
Com quadro clínico estável, prefeito de Corumbá já está sendo operado
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.