zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 15/10/2015 - 06h04

Oito municípios de MS concorrem ao Prêmio Atores do Desenvolvimento

Sebrae reconhece prefeituras que fizeram licitações exclusivas a micros e pequenas empresas. Ação faz parte do Movimento #compredopequeno




Por Assessoria / Redação Pantanal News

O Sebrae/MS recebeu as inscrições de oito prefeituras de Mato Grosso do Sul para o Prêmio Atores do Desenvolvimento, iniciativa criada pela instituição para incentivar os municípios a darem atenção especial à Lei Geral da Micro e Pequena Empresa; que prevê tratamento diferenciado aos pequenos negócios no Brasil.

 

 

Concorrem à premiação as seguintes cidades: Aparecida do Taboado, Corumbá, Dourados, Ivinhema, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina e Sonora. Os vencedores serão anunciados no início de 2016. A iniciativa integra as ações do Movimento Compre do Pequeno Negócio, criado para chamar a atenção da sociedade para a importância dos pequenos negócios na economia; e que teve como marco a última segunda-feira, 5 de outubro, Dia da Micro e Pequena Empresa.

 

 

Compras Públicas estimulam economia local.

 

 

A data foi eleita por alguns dos municípios participantes para a realização de licitações específicas a micros e pequenas empresas. Entre elas, Corumbá, com três processos licitatórios que demandaram gêneros alimentícios não perecíveis, material permanente, (como cadeira giratória, mesa e armário); e materiais para equipe de roçada e capina (rastelo, machado, vela de ignição e filtro de combustível de roçadeira).

 

 

Segundo Raúl Assef Castelão, agente de desenvolvimento do município, aproximadamente 75% das compras da Prefeitura Municipal são de micros e pequenas empresas.  Conforme a RAIS-MTE, os pequenos negócios representam 98% de todas as empresas corumbaenses ativas e geraram cerca de 80% dos postos de trabalho em 2014. “Ao dar preferência a este segmento empresarial, acabamos por contribuir com a manutenção dos empregos formais e dar fomento à economia local”, conclui Castelão.

 

 

Esta é a mesma opinião que a de Tina Escarmanhani, agente de desenvolvimento local de Ivinhema, município que também abriu três licitações: para serviços de lavanderia para uniformes dos garis; aquisição de materiais de pintura e locação de diárias de trabalho de caminhão toco caçamba basculante. Para ela, a compra dos pequenos negócios possibilita que o dinheiro gire na localidade. “Quando os gestores públicos entendem que somente ao cumprir a lei fomenta-se, desenvolve-se e estimula-se o comércio local, tudo acontece”.

 

 

Segundo a gerente de Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas do Sebrae/MS, Sandra Amarilha, os gestores públicos devem por força de lei proporcionar tratamento diferenciado aos pequenos negócios. “O Prêmio Atores do Desenvolvimento serve para identificar e disseminar as melhores práticas daqueles que já reconheceram a importância dos pequenos negócios e podem inspirar o efeito multiplicador que o simples ato de comprar localmente proporciona: o ciclo virtuoso da geração de renda”.

 

 

Benefícios da regulamentação

 

 

Em Mato Grosso do Sul, todos os 79 municípios regulamentaram a Lei Geral, mas, de acordo com o Sebrae, pouco mais da metade (51,9%) a implementaram; ou seja, colocaram em prática os dispositivos legais que permitem vantagens a microempreendedores individuais, micros e pequenas empresas.

 

 

Entre os principais benefícios previstos aos pequenos negócios na Lei Geral, quanto às licitações públicas, e que a administração pública deve aplicar estão: comprovação de certidões de regularidade fiscal somente caso seja declarada vencedora do certame; exclusividade na compra de até R$ 80 mil; exigência a médias e grandes empresas de subcontração de MPEs para fornecimento de até 30% do objeto licitado; preferência na contratação de MPE em caso de empate; entre outros.   

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
19/10/2017 - 09h01
Móveis confeccionados por reeducandos de Aquidauana são doados à Pestalozzi
18/10/2017 - 16h10
Central 0800 permite solicitação de serviços referentes à iluminação pública
16/10/2017 - 10h55
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
16/10/2017 - 10h16
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.