especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 06/10/2015 - 11h13

Custo da cesta básica em Campo Grande cai R$ 2,10 em setembro

Dieese diz que custo para compra de 13 produtos foi de R$ 336,69. Para adquirir a cesta trabalhador gastaria 46,44% do salário mínimo.




Por Anderson Viegas do G1 MS / Redação Pantanal News

Tomate puxa alta da cesta básica em Campo Grande (Foto: Fabiano Arruda/G1 MS)Tomate foi o produto que registrou a maior queda de preços em Campo Grande no mês de setembro
(Foto: Fabiano Arruda/G1 MS)

O custo da cesta básica individual caiu R$ 2,10 em Campo Grande no mês de setembro frente a agosto, recuando de R$ 338,79 para R$ 336,69. Percentualmente, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), essa retração foi 0,62%.

Apesar da queda do custo da cesta básica individual na capital sul-mato-grossense, dos 13 produtos que a compõem, sete registraram alta em setembro, conforme o Dieese. A maior alta foi da batata (19,18%). Depois aparecem o café (1,49%), o feijão (0,77%), a farinha de trigo (0,77%), a carne bovina (0,59%), o óleo (0,35%) e o pão francês (0,33%).

Em contrapartida, seis produtos contabilizaram queda no valor neste mês. O tomate, que chegou a ser apontado em abril e maio como o vilão da inflação, tamanha a alta que o produto registrou, foi o item com maior diminuição de preço em setembro em Campo Grande, 17,45%. Na sequência aparecem o açúcar (4,79%), leite (2,51%), arroz (0,88%), banana (0,65%) e manteiga (0,48%).

Mesmo com a queda no valor da cesta básica individual em setembro na cidade, o custo da aquisição deste grupo de produtos acumula no ano uma alta de 9,20% e quando comparado o valor pago este ano em relação ao mesmo período do ano passado, que era de R$ 285,02, a diferença fica ainda maior, 18,13%.

Com o valor de R$ 336,69, Campo Grande, em setembro teve o nono maior custo de cesta básica individual entre as 18 capitais em que o Dieese faz o levantamento. Fica atrás de Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Curitiba (PR), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG).

Tendo como referência o valor do salário minimo, R$ 788, o Dieese aponta que para adquirir a cesta básica individual em Campo Grande no mês passado o trabalhador teria de trabalhar em média 94 horas, e gastaria o equivalente a 46,44% da sua remuneração.

Já para a compra da cesta básica familiar, que seria suficiente para alimentar uma família com dois adultos e duas crianças, o trabalhador gastaria em setembro na cidade R$ 1.010,07, o equivalente a 1,28 vezes o salário mínimo bruto. O valor foi inferior em R$ 6,30 à cesta de agosto, que era de R$ 1.016,37.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/11/2017 - 10h54
Projeto ferroviário vai expandir fronteira do agronegócio, diz Reinaldo
28/11/2017 - 10h46
Prefeitura vai ajustar gratificações para assegurar salários dos servidores
27/11/2017 - 15h13
Saques da terceira etapa de pagamentos do PIS/Pasep já estão disponíveis
27/11/2017 - 14h12
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
27/11/2017 - 09h30
Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.