CARNAVAL CORUMBÁ 2018 II
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 02/10/2015 - 06h23

ANNT pede 30 dias para propor novos estudos sobre tarifas na BR-163




Divulgação

Senado Moka e o presidente da ANNT
Por Assessoria / Redação Pantanal News

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pediu prazo de 30 dias para apresentar novos estudos com vistas à proposta de redução do preço do pedágio na BR-163 em Mato Grosso do Sul.

O acordo foi fechado em reunião nesta quinta-feira (1) entre o presidente da ANTT, Jorge Bastos, e o coordenador da bancada federal, senador Waldemir Moka (PMDB). Essa foi a quarta reunião dos parlamentares com diretores da agência.

Moka entregou ao dirigente documento em que senadores e deputados federais do Estado expõem as dificuldades dos usuários em relação às tarifas cobradas, “bem acima do que foi anunciado quando da assinatura do contrato”.

Entre os estudos que serão feitos pela Agência, está o que prevê a possibilidade de conceder tarifas diferenciadas, ou mesmo isenção aos usuários de centros que, justificadamente, tenham que se deslocar com frequência por conta de trabalho e estudo.

São citados como exemplos a situação dos moradores de Anhanduí, entre Campo Grande e Rio Brilhante, e de Rio Verde do Mato Grosso, norte do Estado. Todos, segundo Moka, pagando tarifas de 100 km, diariamente, por percursos menores.

O líder da bancada explicou que a adoção de tarifas diferenciadas aliviaria o peso da tarifa na atividade diária de grande número de usuários da estrada. “Isso tem sido feito em outros Estados e é o que deve ser aplicado em Mato Grosso do Sul”, afirmou o senador.

Dirigentes da ANTT consideraram a proposta viável e prometem encaminhá-la à empresa concessionária para que as negociações sejam abertas. “É um ponto factível”, disse o presidente da Agência.

Outro assunto que será abordado nas negociações com a concessionária diz respeito à isenção por eixo levantado a veículo de carga, que passou a vigorar em 2015 com a Lei do Caminhoneiro. A ANNT explicou que será feito novo levantamento para avaliar a proposta.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 06h50
Receita abre consulta a lotes residuais do Imposto de Renda de 2008 a 2017
04/01/2018 - 08h18
Salário dos 75 mil servidores de MS está disponível para saque
03/01/2018 - 09h26
Salário dos servidores de MS estará na conta amanhã, confirma secretário
02/01/2018 - 08h44
Preços da gasolina e do diesel terão a primeira variação de 2018
29/12/2017 - 15h40
Salário mínimo será de R$ 954 a partir de primeiro de janeiro
 
Últimas notícias do site
22/01/2018 - 10h32
Em feira de adoção, 61 cães e 37 gastos ganham família e novo lar
22/01/2018 - 10h12
Corumbá já tem Corte de Momo para comandar Carnaval 2018
22/01/2018 - 09h35
Esta receita de arroz carreteiro é cremosa e vai fazer sucesso no seu churrasco
22/01/2018 - 09h01
Luto: Faleceu em Corumbá o advogado Adelmo Salvino de Lima
22/01/2018 - 08h56
Concurso: semana começa com 257 vagas em MS e salários de até R$ 23 mil
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.