TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 01/10/2015 - 10h08

Araras fazem morada em fenda de árvore na capital de MS

Trio de aves aproveitou vão que se abriu no tronco. Araras foram vistas em área urbana de Campo Grande.




Reprodução/TV Morena

Araras em tronco de árvore em Campo Grande
Por G1 MS com informações da TV Morena / Redação Pantanal News

Três araras decidiram fazer morada na fenda de uma árvore, próximo a um edifício em construção, em Campo Grande. Elas foram vistas dentro do tronco dividindo o mesmo espaço.

Em vez de um casal, como a população está acostumada a ver, desta vez, as aves foram vistas em trio.

O vídeo mostra duas delas no oco da árvore enquanto a outra tenta passar pelo vão para se abrigar. Em seguida, elas se organizam uma sobre a outra e passam a observar a paisagem pela brecha.

Casa
Em outro ponto da capital sul-mato-grossense, moradores fizeram até casa para araras no alto de uma palmeira imperial. O local virou 'ponto turístico' e foi visitado recentemente por defensores de aves de uma organização norte-americana. Eles estiveram no estado para turismo de observação.

Araras
Estima-se que 400 araras-canindés vivem em Campo Grande, sendo que metade nasceu na capital. Desde a migração das aves para a cidade, elas passaram a fazer parte da paisagem na capital sul-mato-grossense.

Há 15 anos, as araras ainda viviam na mata, mas pela falta de comida as aves migraram para a área urbanizada em Campo Grande, onde se alimentam de 14 tipos de frutos de palmeiras e árvores nativas do cerrado.

Monitoramento
A arara da espécie canindé não está na lista de espécies ameaçadas de extinção. Porém, em
Mato Grosso do Sul, as aves são protegidas e estudadas por pesquisadores há 6 anos. São monitorados 74 ninhos de da espécie em Campo Grande.

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
01/12/2017 - 07h52
Após ser atropelado, tamanduá-bandeira é resgatado de rodovia
24/11/2017 - 07h52
Pecuarista é multado por exploração e uso ilegal de madeira
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.